A história das bolsas

Estadão

03 de novembro de 2010 | 17h39

A Matrix Editora acaba de lançar o livro “A História das Bolsas”, escrito pela consultora de moda e imagem, estilista e professora de moda Dhora Costa.

A bolsa foi ganhando ao longo do tempo status até se tornar objeto de desejo, atraindo a atenção de designers de moda e de renomadas empresas.

O livro mostra a evolução das bolsas, desde o século XIX, até os detalhes e adaptações que caracterizaram o acessório como feminino e sua evolução durante os séculos XX e XXI, transformando-a em peça principal no guarda-roupa das mulheres.

“A história das bolsas” (Matrix), ressalta momentos interessantes e curiosos, como os meados de 1850, época em que as viagens se tornaram mais constantes e o acessório de mão começou a se tornar indispensável. Naquele momento, as mulheres ganharam modelos inovadores, miniaturas de malas de couro com fecho e chave. Essa era a primeira vez em que elas poderiam guardar seus objetos escondidos.

A autora ainda mostra o surgimento das grandes grifes que ditaram moda no século XX e como tudo começou na década de 1950: “A década de 1950 pode ser considerada a última era dos costureiros ditadores, que transformaram o modo de vestir de toda uma sociedade. Liderada por Christian Dior, a década teve outros nomes bem influentes e criativos: Balenciaga e Givenchy trouxeram com suas criações glamour e elegância para a moda da época”.

A História das Bolsas

187 páginas

R$ 39,90

R$ 39,90 (Matrix Editora)

Tudo o que sabemos sobre:

BolsasHistórialançamentoLivro

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.