Glória Coelho: peças construídas com fitas de cetim

Glória Coelho investe mais uma vez em peças arquitetônicas, agora construídas com fitas de cetim, e vem com uma coleção arrebatadora de calças e vestidos com capas

Estadão

14 de junho de 2010 | 16h34

Giuliana Reginatto

Impossível esquecer o que Glória Coelho fez no verão passado: vestidos arquitetônicos, montados com tiras de organza. O mesmo conceito futurístico, que virou ícone da estilista, apareceu outra vez neste último dia de São Paulo Fashion Week.  A evolução do estilo agora surge na construção das calças de cintura alta, que ganharam um refinado trabalho com fitas de cetim. Nesta mesma linha, um casaco confeccionado milimetricamente com quadradinhos de cetim recortados era de tirar o fôlego.

Destaque para os vestidos com capa, que vinham ora soltas pelas costas, ora acopladas à barra da peça, conferindo movimento à coleção. Num jogo de transparências, conseguidas com o uso de tecidos levinhos, como a malha de seda, Glória localizou o volume nas costas dos vestidos e no quadril das saias. Para os ombros, uma silhueta estruturada, com linhas arredondadas.

As cores obedecem ao arco-íris particular de Glória, sempre frio: bege, off-white, gelo, rosé e um pouco de preto. Nos sapatos, em alguns looks, amarelo-limão, para a gente lembrar que se trata de um desfile de verão. As pernas ganharam meias cor-de-pele com grossas listras pretas nas laterais. Lindas.

Coleção de Glória Coelho (Fotos: SERGIO NEVES/AE)

Coleção de Glória Coelho (Fotos: SERGIO NEVES/AE)

 

gloria2

gloria3

gloria4

Tudo o que sabemos sobre:

Glória CoelhoModaSPFW

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.