Grávida e linda

Estadão

14 de maio de 2010 | 17h11

ANDRE LESSA/AE

Renata está no quinto mês de gravidez

Vaidade na gravidez é um assunto polêmico, mas as gestantes não precisam abrir mão da boa aparência. “Muitos procedimentos estéticos são proibidos mais por um consenso médico que por causa de estudos científicos. É uma fase que prevê mais cuidados, sobretudo no primeiro trimestre, quando o bebê ainda está em formação”, diz o ginecologista e obstetra Eduardo Zlotnik, do Hospital Israelita Albert Einstein.

De acordo com Zlotnik, os procedimentos estéticos durante a gravidez devem ser acompanhados por um profissional. “A gestante precisa solucionar as suas dúvidas sobre tudo o que pretende fazer no pré-natal. É necessário ter muito cuidado, pois o sistema imunológico cai durante a gestação e a mulher fica mais exposta a infecções”, explica.

Na gravidez a barriga estica, a pele do rosto fica mais oleosa, as pernas incham e há riscos de manchas na face. A pele é alvo de mais preocupações entre as gestantes. Mas há, pelo menos, um ritual de beleza que é liberado pelos especialistas. “Grávidas podem se maquiar à vontade”, assegura a dermatologista Meire Brasil Parada, da Universidade Federal de São Paulo (Unifesp). “O único cuidado é usar produtos de boa procedência, para evitar alergias e infecções”.

Vaidosa assumida, a gerente de academia Renata Gailey, 29 anos, escureceu os cabelos – que eram louros à base de luzes – logo que decidiu engravidar. Preocupada com a formação de Luana em seu ventre, ela temia correr riscos tingindo os fios mas também não queria deixar a aparência desleixada. Hoje, no quinto mês de gestação, está satisfeita com as madeixas e capricha nos cuidados com a pele. “Uso hidratantes, cuido da alimentação e pratico pilates: tudo com acompanhamento médico”, garante.
Leia mais na Revista JT

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.