Lu Alckmin inaugura Escola de Moda

Estadão

27 de abril de 2011 | 18h57

A presidente do Fundo Social de Solidariedade, Lu Alckmin, participou nesta quarta-feira, 27, da Aula Inaugural da Escola de Moda, no Parque da Água Branca. Na ocasião, a primeira-dama e o secretário de Estado do Emprego e Relações do Trabalho, Davi Zaia, assinaram um Protocolo de Intenções, que concede bolsa-auxílio aos alunos que estão desempregados.

“Nosso objetivo é qualificar pessoas da periferia, principalmente os desempregados. Os alunos vão ter alimentação, receber o material didático, o uniforme e o vale-transporte, mais o bolsa-auxílio, que é muito importante. Eu convidei o secretário do Emprego justamente focando nisso, trouxe para ele conhecer as salas, ele se entusiasmou e aí começou essa parceria”, afirmou a primeira-dama.

A Escola de Moda, que faz parte do projeto Escola de Qualificação Profissional, conta com cursos nas áreas de roteiro de costura (modelagem, corte e costura), bijuteria, confecção de caixas, bordados em linha e pedraria, crochê e patchwork.

Os alunos aprenderão sobre história da moda, técnicas sobre o curso escolhido e desenvolverão peças seguindo as tendências do mercado. “Desenvolvemos uma coleção rápida, prática e de bom gosto”, explica Lu Alckmin.

Os cursos acontecem de segunda à sexta-feira, com duração de quatro horas por dia, durante dois meses (seis semanas de aulas e duas semanas de oficina). A meta do Fundo Social para este ano é capacitar 1.280 alunos.

“Esta é uma forma de ampliarmos as chances da população carente na busca por uma vaga no mercado de trabalho. Por outro lado, também oferecemos ao mercado da moda profissionais capacitados”, ressaltou a primeira-dama Lu Alckmin.

Bolsa-auxílio
A bolsa-auxílio faz parte de um dos programas da Secretaria do Emprego e Relações do Trabalho. “Esta parceria é um grande passo para esta nova fase dos Cursos de Qualificação Profissional. Estamos priorizando qualificar a demanda que já existe, pois a inserção no mercado de trabalho se dá com muito mais facilidade. A partir do mês de junho nossa meta é atingir mais de 400 municípios com cursos de qualificação”, explica Davi Zaia.

Os alunos receberão um auxílio no valor de R$ 210. A bolsa só não será concedida se a pessoa estiver recebendo Seguro Desemprego, Licença Prêmio, Licença Médica Remunerada ou Afastamento do trabalho que receba alguma indenização.

Como participar
Os cursos são gratuitos e destinados às pessoas com mais de 18 anos, não sendo necessária escolaridade mínima. Todos os alunos recebem uniforme, material didático, alimentação e auxílio transporte.

As inscrições podem ser feitas na sede da Escola de Moda, no Parque da Água Branca, localizada à rua Ministro Godói, 18, na capital.

No ato, é necessário apresentar xerox do RG, CPF e comprovante de endereço com CEP. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones (11) 2588-5896 ou 2588-5762. A próxima turma terá início no dia 1º de agosto.

Tudo o que sabemos sobre:

cursoGovernoModa