Movimento: mix entre tecidos tecnológicos e artesanais

Movimento mescla tecidos tecnológicos com artesanais para criar peças versáteis, como biquínis com várias possibilidades de amarração

Estadão

11 de junho de 2010 | 19h16

Marcela Rodrigues Silva

A coleção verão 2011 da Movimento se inspira nos diários de Peter Beard – artista visionário apaixonado por locais exóticos. É por isso que os looks surgem coloridos, como todos esperam de um verão praiano. A estilista Tininha da Fonte abusou do couro de peixe curtido, unindo tecnologia ao conceito artesanal. O resultado: biquínis feitos com delicadas flores de escama de peixe e sutiãs versáteis, com possibilidades diversas de amarrações.

Calcinhas apareceram com detalhes como nós, botões e faixas. Nas estampas, grafismos tribais, palmeiras, texturas. As cores mais presentes foram verde, azul, roxo açaí e bege. Entre os tecidos, os tecnológicos, sobretudo os com mais elastano, ganharam destaque. Tecidos naturais, como o linho, também tiveram  espaço na passarela da Movimento.

Versatilidade: biquínis com várias possibilidades de amarrações

Versatilidade: biquínis com várias possibilidades de amarrações

Tonalidade: verde, uma das apostas de tendência

Tonalidade: verde, uma das apostas de tendência

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.