Paola Robba: praia chique, mas sem afetação

Paola Robba vem com uma coleção inspirada na diversidade cultural brasileira, que mescla o animal print com referências arquitetônicas e faz uma moda praia elegante, mas pouco arrojada

Estadão

13 de junho de 2010 | 20h24

Giuliana Reginatto

É muito difícil errar quando se aposta na mistura casadinha entre o preto e o branco. Foi o que fez Paola Robba em parte de sua coleção, repetindo apostas do verão passado. O resultado, mais uma vez, foi uma mulher sofisticada  mas sem afetação, que veste saias longas e fluidas para deixar a praia, como o modelo desfilado pela top Fernanda Tavares, de volta às passarelas da SPFW após cinco anos de  ausência.

Disposta a falar da diversidade cultural brasileira, a estilista investiu em recortes arquitetônicos, inspirados no paisagismo de Burle Marx, além de maiôs feitos com retalhos trançados. De assimetria acentuada, ganha espaço o maiô banho de lua: você jamais vai tomar sol com um deles. A estamparia vem com impressões de motivos florais aquarelados e  muito aninal print,  figuras que ganham sungas, biquínis e saídas de praia.

Outra aposta de Paola  é o maiô engana-mamãe, com efeito plastificado, ganhando contornos irretocáveis no corpo de Raica Oliveira. Vermelhos e azulados, tons em alta nas vitrines europeias, reinam absolutos pelas criações da estilista, que também investe em terrosos e cinzas. Para os pés, sandálias inspiradas em cadeiras de palha, com salto de madeira.

Raica Oliveira desfila em maiô com efeito plastificado (Foto: Robson Fernandjes/AE)

Raica Oliveira desfila em maiô com efeito plastificado (Foto: Robson Fernandjes/AE)

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.