Levy Fidelix é o segundo candidato entrevistado pelo 'Estado'

Estadão

17 de agosto de 2012 | 14h05

Levy Fidelix, candidato à Prefeitura de São Paulo pelo PRTB, participa da Entrevistas Estadão, nesta sexta-feira, 17.

Com a disputa de 2012, Levy completa 12 tentativas de ocupar um cargo eletivo. O candidato repete na campanha deste ano sua proposta já conhecida, a construção do “aerotrem” na cidade de São Paulo.

Os leitores poderão participar da entrevista com Levy, enviando perguntas pela página da editoria de Política do Estado no Facebook ou pelo Twitter, usando a hashtag #estadao.

O Entrevistas Estadão vai receber todos os 12 candidatos à Prefeitura de São Paulo. Os encontros vão ser realizados sempre às 15h e podem ser acompanhados ao vivo pela página da TV Estadão no portal Estadão.com.br. O próximo encontro será com o candidato do PDT, Paulinho da Força, na segunda-feira, 20, às 15h.

Durante 30 minutos, os candidatos vão poder apresentar suas propostas e seus programas de governo e responderão às perguntas de três jornalistas do Grupo Estado: Flávia D’Angelo, Iuri Pitta e Elizabeth Lopes.

Abaixo, os principais momentos da entrevista:

15h29 – Levy afirma que vai acabar com a indústria da multa de São Paulo e com o Controlar.

15h28 – Levy ataca novamente os resultados das pesquisas de intenção de votos: “Os números que estão fornecendo para mim são falsos”.

15h27 – Levy diz que caso não chegue no 2ª turno, não sabe quem apoiará porque não está definido quais candidatos irão para a próxima fase.

15h26 – Levy Fidelix diz que venceu no debate da Rede Bandeirantes e que vencerá os próximos. “O povo está cansado em votar errado, vai votar em Levy Fidelix”.

15h22 – Levy diz que não sofre nenhum processo, enquanto Chalita, Marta Suplicy e o vice de Serra possuem. “Sou o mais limpo. A mídia não encontra em mim nada, por isso, ela é sarcástica comigo”.

15h21 – Candidato fala sobre a Eduação em São Paulo: “Estamos formando analfabetos”. Levy diz que não continuará com a progressão continuada e que é possível dar um tablet para cada aluno.

15h19 – Candidato apresenta proposta de colocar os estudantes de Medicina para trabalhar na periferia oferecendo pelo menos de 3 salários mínimos, além de hotel para hospedagem no local.

15h17 – Levy diz que a prefeitura gasta R$ 7 bilhões em saúde e gasta mal. “É tudo questão de gestão. Vamos fazer uma gestão estruturada e com bons salários”.

15h15 – Levy diz que quer criar o ‘PASP’ na área da saúde e vai criar os moto-médicos para atender as pessoas em casa.

15h14 – Candidato do PRTB diz o monotrilho implementado pelo governo de SP é sua ideia. “Muito obrigado, Serra, muito obrigado, Alckmin, estão fazendo a ideia do Levy Fidelix”.

15h10 – Levy diz que a Folha e o Estadão não publicam entrevistas com ele e ataca Soninha Francine: “A maconheira pode, o Levy não pode”. O candidato diz que o Ibope e a Datafolha estão substituindo o povo.

15h08 – Levy diz que a mídia não dá espaço para seu nome durante as eleições: “Estou já estou cansando, são quase 20 anos de eleições. A mídia omite meu nome”.

15h06 – Levy diz que as pesquisas podem ter fraude.

15h04 – Levy Fidelix questiona seu baixo desempenho nas pesquisas de intenções de votos. “A rua é que é a verdadeira pesquisa. Não posso acreditar que essa pesquisa é séria”.

15h01 – Levy Fidelix diz que por ser veterano saberá enfrentar o desafio de governar São Paulo.”Não é a primeira vez que disputo eleições, já sou veterano. Tenho certeza absoluta que entro para estas eleições com as soluções para São Paulo”, afirma o candidato.