Libertação de reféns das Farc

Estadão

30 de março de 2010 | 14h04

helicoptero_farc

Foto: Mauricio Dueñas/Efe

14h05: Com duas horas de atraso, os dois helicópteros da Força Aérea Brasileira (FAB) que participam do resgate do refém das Farc Pablo Emilio Moncayo decolaram de Florência, na Colômbia. Moncayo está há 12 anos em poder das Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia (Farc).

14h08: Segundo o jornal El Tiempo, de Bogotá, a melhora nas condições climáticas permitiu a decolagem dos helicópteros. A missão é coordenada pela Cruz Vermelha Internacional e tem apoio logísitico do Brasil.

14h14: Em sua página no twitter, a senadora Piedad Cordoba agradeceu o apoio e disse que em breve deve regressar com Moncayo.

14h20: Estão nos helicópteros a senadora, o monsenhor Leonardo Gómez Serna, dois membros da Cruz Vermelha Internacional, um médico e seis membros da tripulação.

14h30: Antes da decolagem, a missão havia sido adiada por duas vezes devido à chuva na região de Florencia.

14h39: Os pilotos brasileiros receberam as coordenadas do resgate, que deve ser feito em plena selva colombiana, após a decolagem. Segundo o alto comissário para a paz, Franck Pearl, a operação deve ser concluída às 16h (horário de Brasília).

14h46: O jornal El Tiempo traz uma galeria de fotos com as mudanças na fisionomia de Moncayo nos 12 anos em que ele ficou sequestrado. Ele tinha 20 quando caiu em poder das Farc, em dezembro de 1997.

14h55:  De acordo com a BBC Brasil, o sequestro ganhou notoriedade desde que o professor Moncayo, pai do sargento e conhecido como “Caminhante pela Paz”, passou a realizar caminhadas dentro e fora da Colômbia com uma corrente presa ao corpo para exigir ações que resultassem na libertação do filho e em uma saída negociada para o conflito que dura mais de seis décadas.

moncayo2

Gustavo Moncayo espera o filho. Foto: Maurício Dueñas/Efe

15h00: “É o início da esperança, das ilusões e dos sonhos”, disse Gustavo Moncayo à Rádio Caracol. “Meu coração já está batendo muito depressa”.

15h25: Veja a galeria de fotos do estadão.com.br com as imagens do resgate de Pablo Moncayo

15h28: A Cruz Vermelha Internacional informou à CNN que Pablo Emilio Moncayo foi libertado pela guerrilha e já está no helicóptero brasileiro que deve levá-lo de volta a Florencia.

15h36:  O professor Gustavo Moncayo confirmou a jornalistas em Florencia que seu filho já está no helicóptero: “Em breve vamos nos abraçar”, disse, segundo o  El Tiempo.

16h14: O porta-voz da Cruz Vermelha Internacional em Florencia, Adolfo Beteta, ainda não confirmou a libertação.

16h23: Beteta confirma a libertação. O mau tempo no local do resgate impede o retorno dos helicópteros a Florencia.

17h30:  O coronel brasileiro Carlos Aguiar, comandante da missão, disse à Efe que os helicópteros devem chegar a Florencia no final da tarde de hoje.  “Apesar das condições de mau tempo anunciadas agora pelo representante do CICV, nossas tripulações estão em condições de realizar o voo (de volta) sem perigo”, disse Aguiar.

19h40: O sargento colombiano Pablo Emílio Moncayo chegou a cidade de Florencia e protagonizou um emocionante encontro com sua família. Centenas de repórteres viram Moncayo chegar a bordo de um helicóptero às 17h40 local e descer da aeronave com um uniforme militar camuflado.

 

moncayo3_REUTERS_John Vizcaino_cortadinha

Pais de Moncayo, Gustavo e Estella, recebem o sargento no aeroporto de Florencia. Foto: John Vizcaino/Reuters

 

Tudo o que sabemos sobre:

ColômbiaFarcPablo Emilio MoncayoResgate

publicidade

publicidade

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.