Comitiva avalia possíveis locais para visita de papa

PUBLICIDADE

Por Antonio Pita
1 min de leitura

Uma comitiva do Vaticano esteve na manhã de hoje no Aterro do Flamengo e na Catedral de São Sebastião, no Rio de Janeiro, para avaliar a viabilidade dos espaços em receber a visita do papa Bento XVI em julho de 2013. A decisão final sobre os locais só será divulgada em julho. Até lá, outras visitas ao Rio devem ser feitas por técnicos da segurança do Vaticano."É uma equação que vai avaliar a mobilidade, capacidade para receber o público, e a responsabilidade governamental sobre as áreas", afirmou o coordenador geral do comitê organizador da Jornada Mundial da Juventude, padre Joel Portella. O evento, que acontece em julho de 2013, deve atrair duas milhões de pessoas entre jovens missionários, turistas e fiéis.A jornada marcará a primeira visita oficial de Bento XVI ao Rio. Segundo Portella, estão sendo avaliados oito locais que podem receber quatro eventos com a presença do papa. O Aterro do Flamengo é cotado para a cerimônia de boas vindas a Bento XVI, a vigília ou a missa de encerramento da jornada. Já a Catedral, que tem capacidade para receber 20 mil pessoas, deverá sediar um encontro do pontífice com grupos de participantes da jornada. No fim de março, uma comitiva do Rio visitará o Vaticano para detalhar a avaliação dos locais.Chefiada pelo cardeal polonês Stanislaw Rylko, a comitiva também se encontrou com o governador Sérgio Cabral e visitou o Centro de Operações do Rio, na última terça-feira. Um encontro com o prefeito Eduardo Paes também está agendado para a sexta-feira, 2, quando a comitiva retorna ao Vaticano. "Esta relação das entidades públicas com a organização é importante para a Jornada", ressaltou Portella.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.