PUBLICIDADE

Lançamento de segunda nave espacial inflável é adiado

A nave não-tripulada Genesis 2, financiada pelo magnata Robert Bigelow, deveria decolar em 30 de janeiro, para se juntar ao módulo Genesis 1, já em órbita

PUBLICIDADE

Por Agencia Estado
Atualização:

O lançamento de um novo módulo de um protótipo de base espacial inflável e particular foi adiado por pelo menos dois meses, por conta de dificuldades com o foguete russo contratado para realizar a tarefa, informa a companhia Bigelow Aerospace. A nave não-tripulada Genesis 2, financiada pelo magnata Robert Bigelow, deveria decolar em 30 de janeiro, a bordo de um foguete Dnieper, e se juntar ao módulo inflável Gênesis 1, que já está em órbita. O novo lançamento está previsto para 1º de abril. As missões Genesis, experimentais, têm por objetivo testar tecnologias que poderão dar origem a estações espaciais comerciais. Duas semanas após o lançamento bem-sucedido do primeiro módulo, em julho de 2006, a agência espacial Kosmotras, responsável pelos foguetes Dnieper, sofreu um revés quando outro foguete do mesmo modelo caiu, pouco após a decolagem.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.