Menina teve mal súbito, diz funcionária de escolinha

PUBLICIDADE

Por José Maria Tomazela
2 min de leitura

Uma funcionária do Centro Educacional Alicerce, de Ourinhos, onde a menina Natália Araújo Tirone, de um ano, morreu hoje depois de passar mal, disse informalmente à Polícia Civil que a criança teve um mal súbito. Segundo ela, a criança foi levada para a escolinha de manhã e se alimentou normalmente durante o dia, comeu um pedaço de bolo e papinha de frutas. Ela ainda brincou e tomou mamadeira. Por volta das 11 horas, ela dormiu, disse. Segundo a funcionária, a filha da proprietária da escola, que trabalha com as crianças, percebeu que a menina estava com os lábios roxos. Ela pegou a menina no colo e levou ao Corpo de Bombeiros, que é próximo da escola. Sem conseguir reanimar Natália, os policiais a levaram à Santa Casa, onde foi constatado o óbito.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.