Microsoft lança Windows 8 e tablet Surface

PUBLICIDADE

Por NICOLA LESKE
1 min de leitura

A Microsoft lançou seu novo sistema operacional Windows 8 e o tablet Surface, em uma tentativa de reavivar seu principal produto e reconquistar terreno perdido para a Apple e Google no segmento de computação móvel. "Reformulamos o Windows e estamos reformulando toda a indústria de PCs", disse o presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, em entrevista à Reuters Television nesta quinta-feira antes do lançamento do produto. Os dispositivos com Windows 8 e o novo tablet Surface, que mira desafiar diretamente o popular tablet iPad, da Apple, estarão à venda à meia-noite desta quinta-feira. Steven Sinofsky, chefe da unidade Windows da empresa e o chefe por trás do Windows 8, abriu o lançamento do evento em Nova York perante cerca de 1.000 pessoas, entre imprensa e parceiros do setor. Ele mostrou o novo visual do Windows 8, mas salientou que o sistema foi construído com base no predecessor Windows 7, software mais vendido da Microsoft que recentemente ultrapassou 670 milhões de vendas licenciadas. O novo design do Windows, que dispensa o botão "Iniciar" e apresenta interface com itens quadriculados para ativar aplicativos, pode surpreender alguns usuários. A demanda inicial pareceu sólida, mas clientes estão receosos. As primeiras críticas ao Surface mostram contradições, com elogios ao design esguio do aparelho, mas queixas quanto à duração da bateria e o número limitado de softwares e aplicativos disponível. "Temos visto pré-vendas consistentes sobre os dispositivos com Windows 8 de entusiastas", disse Merle McIntosh, vice-presidente de gerenciamento de produtos na varejista online de produtos eletrônicos Newegg. "Entretanto, esperamos que a maior parte dos consumidores médios estejam esperando o lançamento para tomar essa decisão". Investidores estavam incertos sobre as possibilidades de sucesso do Windows 8, mas muitos sentem que uma sólida demanda pode ajudar a ação da Microsoft, que tem ficado entre 20 e 30 dólares por grande parte dos últimos 10 anos.