PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Cultura, comportamento, noite e gente em São Paulo

TJ define medidas urgentes para garantir segurança de juízes

PUBLICIDADE

Em reunião emergencial convocada ontem (31), Paulo Dimas Mascaretti, presidente do TJ paulista, definiu medidas urgentes para garantir a segurança de autoridades do Judiciário estadual. A primeira é obter dos fóruns de todo o Estado uma avaliação imediata de eventuais fragilidades e de suas necessidades quanto à proteção de juízes e demais funcionários.

PUBLICIDADE

A segunda, criar uma lista de prioridades -- algumas ações podem ser adotadas já, outras demandam mais tempo. À mesa estavam, além de auxiliares imediatos do tribunal, um representante da PM e o secretário da Justiça, Aloysio de Toledo César.

A reunião se segue a episódios em que juízes foram ameaçados, em diferentes lugares. Segundo o Conselho Nacional de Justiça, pelo menos 200 juízes foram ameaçados e foram colocados sob proteçãopolicial até 2013, e cerca de 500 abandonaram a carreira, alegando entre suas razões a falta de segurança para atuação jurisdicional.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.