PUBLICIDADE

Em Toronto, Justin é alvo de vaias e garrafas

Em dia de Rolling Stones, Rush e AC/DC, a platéia do Sars-Stock não perdoou o líder da boy band N´Sync

PUBLICIDADE

Por Agencia Estado
Atualização:

Justin Timberlake passou por um mal momento na quarta-feira diante de 500 mil pessoas em Toronto, durante o concerto gigante que celebrou o fim da pneumonia asiática (Sars) no Canadá. O astro do N´Sync foi alvo de vaias, objetos atirados pela platéia e ainda teve que agüentar ver um cartaz que punha em questão sua sexualidade num telão ao lado do palco por cerca de 15 segundos. A platéia canadense do Sars-Stock, apelido dado ao megashow por ter ganhado dimensão parecida com o lendário Woodstock, parou de lançar objetos contra o cantor apenas quando terminou sua pequena apresentação. Timberlake cantou três músicas. Logo que subiu ao palco, ele parecia consciente do ânimo do público ao dizer "isso vai acabar antes de vocês perceberem". A multidão parecia calma novamente com as atrações seguintes, AC/DC e Rush. Mas Timberlake tinha outra aparição programada, durante o último show da noite, com os Rolling Stones. E lá vieram mais garrafas contra o ídolo pop, que fez dueto com Mick Jagger na canção Miss You. Irritado, o guitarrista Keith Richards pediu ao público para respeitar Justin Timberlake. Ele cantou, agradeceu a cada um dos Stones pelo primeiro nome e, rapidamente, saiu do palco. As informações são do site Imdb.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.