PUBLICIDADE

Publicidade

Bolsas asiáticas se recuperam mas ainda há preocupação com Grécia

Foto do author Redação
Por Redação

Os mercados recuperaram algum terreno nesta segunda-feira com a busca por ativos considerados baratos após as fortes quedas da semana passada, mas investidores continuaram cautelosos com a zona do euro, apesar de líderes mundiais terem pedido a permanência da Grécia na zona do euro e que a Europa equilibre austeridade com crescimento. Às 8h28 (horário de Brasília), o índice MSCI que reúne mercados da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão, subia 0,42 por cento, sustentado pelo setor de tecnologia que de longe teve o melhor desempenho, com ganhos de 1,13 por cento. O índice pan-asiático caiu para o nível mais baixo de 2012 na sexta-feira, perdendo cerca de 6 por cento durante a semana, em seu pior desempenho semanal em quase oito meses. "Investidores viram alguns valores atraentes nas ações de alta tecnologia, que foi o setor mais fortemente atingido na queda dos mercados na semana passada, mas isto é tudo de risco adicional que os investidores estão dispostos a assumir a esta altura", afirmou o analista Park Suk-hyun, da KTB Securities. O índice Nikkei, do Japão, subiu 0,4 por cento, após atingir a sétima semana consecutiva de perdas na semana passada, o seu período mais longo de perdas desde o terceiro trimestre de 2011. Mas o nervosismo dos investidores impediu o iene, amplamente visto como um lugar seguro, de aliviar de sua maior alta contra o dólar em três meses, a 79,001 ienes, na sexta-feira. O iene ficou em 79,18 nesta segunda. A bolsa de Cingapura teve alta de 0,40 por cento, a 2.790 pontos, assim como Taiwan, que subiu 0,57 por cento, enquanto Hong Kong teve variação negativa de 0,16 por cento. O índice referencial de Xangai subiu 0,16 por cento e Sydney teve alta de 0,67 por cento. (Reportagem de Chikako Mogi)

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.