Publicidade

Bolsas da Ásia caem após morte de Kim Jong-il

Foto do author Redação
Por Redação

As bolsas de valores asiáticas fecharam em queda nesta segunda-feira, com destaque para o tombo das ações sul-coreanas por aversão a risco após a morte do líder da Coreia do Norte, Kim Jong-il, que gerou temores de instabilidade regional. O won da Coreia do Sul se depreciou após a notícia da morte, anunciada às 1h (horário de Brasília). Os mercados financeiros receiam que o falecimento gere instabilidade no nordeste da Ásia por causa da imprevisibilidade da transição de liderança no país empobrecido e fechado. As commodities também tiveram ampla queda, com investidores evitando ativos de maior risco em favor da segurança do dólar. "O risco ou temor de que a morte de Kim Jong-il leve a uma provocação pela Coreia do Norte está motivando a venda", disse Hiroyuki Fukunaga, diretor-executivo da Investrust, em Tóquio. O foco principal será em como a sucessão norte-coreana acontecerá. O índice MSCI das ações da região Ásia-Pacífico com exceção do Japão declinava 2,13 por cento às 7h23. O índice de Seul encerrou em baixa de 3,43 por cento, tendo chegado a cair até 5 por cento na mínima do pregão. Em Tóquio, o índice Nikkei recuou 1,26 por cento. O mercado perdeu 1,18 por cento em Hong Kong e a bolsa de Taiwan tombou 2,24 por cento, enquanto o índice referencial de Xangai caiu 0,30 por cento. Cingapura retrocedeu 1,55 por cento e Sydney fechou com desvalorização de 2,38 por cento.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.