PUBLICIDADE

EXCLUSIVO PARA ASSINANTES
Foto do(a) coluna

Bastidores do mundo dos negócios

Empresas brasileiras essenciais estão mais maduras em cibersegurança

Estudo revela avanços desde 2018 em companhias que operam infraestruturas críticas

PUBLICIDADE

Foto do author Alexandre Rocha
Levantamento inclui setores cuja paralisação pode causar grandes impactos sociais, econômicos e políticos Foto: Rubens Fraulini/Itaipu Binacional

As empresas brasileiras estão avançando em termos de maturidade na área de cibersegurança. Segundo a pesquisa O Estado da Segurança Cibernética nas Infraestruturas Críticas Brasileiras, da companhia de cibersegurança TI Safe, a média geral de maturidade de controles de segurança cibernética saiu de 1,88 em 2018, quando do primeiro levantamento, para 2,53 em 2022 e 3,68 em 2024.

PUBLICIDADE

“Isso significa que as empresas avaliadas conseguiram, ao longo de quatro anos (de 2018 a 2022), estabelecer novos controles e formalizar suas estruturas de gestão de segurança, principalmente com relação à Segurança de Borda, Segurança de Dados e Controle de Malware”, diz o levantamento obtido em primeira mão pela Coluna do Broadcast.

“Prosseguindo essa tendência positiva, em 2024, a média geral de maturidade ascendeu para 3,68, demonstrando um avanço contínuo e significativo na implementação e na eficácia dos controles de segurança adotados pelas empresas”, acrescenta o estudo.

Conceito

De acordo com a TI Safe, são consideradas infraestruturas críticas aquelas cuja interrupção do serviço provoca sérios impactos sociais, econômicos, políticos, internacionais e riscos à segurança nacional. São exemplos instalações de energia elétrica, petróleo, gás, água, saneamento e outras.

Ainda segundo a empresa, foram enviados formulários para 132 empresas, sendo 58% das áreas de eletricidade, gás de outros serviços públicos (utilidades). Dessas, 62 deram respostas válidas.

Publicidade


Este texto foi publicado no Broadcast no dia 13/05/24, às 17h51

O Broadcast+ é uma plataforma líder no mercado financeiro com notícias e cotações em tempo real, além de análises e outras funcionalidades para auxiliar na tomada de decisão.

Para saber mais sobre o Broadcast+ e solicitar uma demonstração, acesse.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.