PUBLICIDADE

Publicidade

Credit Suisse revela baixa contábil de US$2,85 bilhões

Foto do author Redação
Por Redação

O Credit Suisse anunciou nesta terça-feira que registrou 2,85 bilhões de dólares em baixas contábeis e que descobriu erros de preços em seus livros. Os anúncios faziam as ações do banco despencar 6,3 por cento. O banco informou que as baixas contábeis vão eliminar do lucro líquido do primeiro trimestre 1 bilhão de dólares e que cancelou alguns bônus que seriam entregues a funcionários. Apesar disso, a instituição garantiu que espera manter-se no azul no primeiro trimestre de 2008. A perda reflete "desenvolvimentos significativamente adversos no primeiro trimestre de 2008", afirmou o Credit Suisse em comunicado. Analistas disseram estar surpresos com o anúncio do Credit Suisse, que até então estava praticamente ileso da crise hipotecária dos Estados Unidos. "Isso é um desastre. Essa pode ser a ponta do iceberg", disse Peter Thorne, analista do Helvea. A notícia também surpreende porque o Credit Suisse havia anunciado na semana passada uma redução em suas baixas contábeis relacionadas ao setor de financiamento imobiliário de alto risco dos EUA, o subprime, em 2007 para 2 bilhões de francos suíços. Na ocasião, o banco anunciou também um lucro líquido no quarto trimestre de 2007 de 1,329 bilhão de francos.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.