PUBLICIDADE

Publicidade

Dívida líquida pode ter fechado 2005 com 51,01% do PIB

Em 2004, a dívida líquida ao final do ano estava em 51,7%, segundo dados do BC.

Por Agencia Estado
Atualização:

O Tesouro Nacional divulgou hoje em seu site o documento "O Brasil virando Onça", mostrando que a dívida líquida do setor público teria fechado em 2005 em 51,01% do Produto Interno Bruto (PIB). O número oficial será divulgado pelo Banco Central na próxima segunda-feira. Em 2004, a dívida líquida ao final do ano estava em 51,7%, segundo dados do BC. A dívida líquida do setor público é representada pelo saldo líquido do endividamento do setor público não-financeiro e do Banco Central com o sistema financeiro (público e privado), com o setor privado não-financeiro e com o resto do mundo. Preparado pelo secretário Joaquim Levy, o documento do Tesouro projeta um crescimento do PIB em 2005 de 3%. A projeção é maior do que os 2,6% projetados pelo BC no relatório de inflação de dezembro. O documento mostra ainda a evolução dos indicadores econômicos brasileiros nos últimos anos. Na análise, o Tesouro afirma que é possível chegar nos próximos quatro anos a um cenário em que as contas públicas se aproximariam de um déficit nominal zero (arrecadação menos as despesas e o pagamento de juros) e um nível de dívida próximo de zero. Esse cenário toma por base as expectativas do mercado apontadas na pesquisa Focus: um superávit primário (arrecadação menos as despesas, exceto o pagamento de juros) de 4,25% e crescimento econômico de 3,5% a 4%. O Tesouro também traça cenários para a dívida líquida nos próximos anos até 2011, que mostram que ela pode cair para um patamar entre 40,2% e 36,9%.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.