PUBLICIDADE

Publicidade

Salários de até R$ 20 mil: Descubra quais são as profissões jurídicas do futuro

Expansão da tecnologia abre espaço para que profissionais do direito encontrem espaço em novos nichos; advogados especializados e consultores de inteligência artificial são exemplos

Foto do author Bruna Klingspiegel
Atualização:

O Brasil é o País com a maior proporção de advogados por habitante no mundo. Existem cerca de 1,3 milhão de profissionais inscritos na OAB, o que representa um advogado para cada 164 brasileiros. O inchaço do mercado jurídico associado a automatização de processos internos feitos através da inteligência artificial assusta muita gente, mas a implementação de soluções tecnológicas está criando nichos de atuação e os advogados que estão atentos a isso e se adaptando a essa nova realidade, irão continuar tendo oportunidades no mercado.

“A gente só não pode ser ingênuo. Algumas coisas vão deixar de existir, mas existem dezenas de novas profissões surgindo dentro do direito devido às novas tecnologias”, pontua o advogado e presidente da AB2L Daniel Marques.

Confira a lista que aponta 5 profissões do futuro na carreira jurídica:

A sede da seccional paulista da Ordem dos Advogados do Brasil, no Centro de São Paulo. Foto: Reprodução/Facebook/OAB-SP

Data Protection Officer (DPO)

Popularmente conhecido por sua sigla, o encarregado pelo tratamento de dados pessoais surgiu com a Lei de Proteção de Dados (LGPD) e se tornou uma das profissões mais promissoras na área do direito. O profissional é responsável por fiscalizar e garantir a proteção dos dados coletados pelas empresas. O salário médio gira em torno de R$ 20 mil.

Na prática, um legal designer aplica princípios de design na construção de peças jurídicas atrativas e simplificadas para clientes ou escritórios. A ideia é tornar a linguagem do direito mais atrativa, utilizando recursos visuais para a comunicação ser feita da forma mais eficiente possível.

Cientista de Dados Jurídicos

Presente em lawtechs, legaltechs e escritórios de advocacia, o profissional une todo seu conhecimento jurídico ao data science para resolver problemas e tornar processos jurídicos mais eficientes. O salário costuma chegar a R$ 18 mil.

Diretor/Consultor de Inteligência Artificial ou Inovação

No escritório de advocacia Machado Meyer, por exemplo, Thais Victoretti é consultoria de Inteligência Artificial e tecnologia jurídica. A advogada tem pós-graduação em Ciência de Dados e atua no desenvolvimento de planos de ação eficazes, media a comunicação entre as áreas de negócios e técnicas e apoia no gerenciamento de projetos de inovação.

Publicidade

Advogado especializado em smartcontract, NFT, Criptomoeda

Essa carreira engloba os profissionais que se especializam em práticas do ambiente digital. A atuação do advogado nesse contexto demanda conhecimento técnico das novas tecnologias e das leis que abordam o comportamento do consumidor na online.

Tudo Sobre
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.