PUBLICIDADE

Igor Rickli e Aline Wirley falam sobre ampliação da família com a chegada de Fátima e Will; assista

Os dois participaram do programa ‘Encontro’ nesta quarta-feira e explicaram sobre o processo de adaptação de Antônio, filho biológico do casal, com a nova rotina

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

“Foi um ‘match’ inexplicável”, definiu o ator Igor Rickli sobre a adoção do casal de irmãos, Fátima e Will, de quem ele e a cantora Aline Wirley tinham guarda provisória desde dezembro do ano passado. Os dois, que também são pais de Antônio, filho biológico de 9 anos, comentaram sobre o processo de ampliação da família durante o programa Encontro, apresentado por Patrícia Poeta, nesta quarta-feira, 12.

Aline Wirley e Igor Rickli explicam o processo de adoção dos filhos durante o programa "Encontro", com Patrícia Poeta Foto: Jeff Porto/Divulgação

PUBLICIDADE

“Fomos para Manaus, passamos quinze dias no processo de adaptação. E [eles] vieram para a nossa casa. Foi um ‘match’ inexplicável”, disse Igor Rickli, sobre o início do processo de adoção de Fátima e Will.

O casal também destacou a forma positiva como Antônio reagiu à situação: “Temos que ser muito gratos a ele. Ele é muito generoso, muito parceiro. Ele teve as dificuldades dele, claro, como qualquer criança tem”, iniciou. Aline “[Antônio foi] desconstruindo toda a vida que construímos. Agora a gente vai começar de novo, porque agora temos mais duas pessoas [dentro de casa]”, finalizou.

“Ele foi muito honesto e muito generoso. Eles se amam muito. Eu nunca vi o Antônio dar tanta risada. Ele passa o dia rindo, gritando e cantando. É o que a gente queria ver ele vivenciando. Ele está tendo essa experiência agora”, comentou Igor também, sobre a adaptação de Antônio com a chegada dos irmãos. Ele, que é ator infantil, estreou com o personagem Pudim, na novela Família É Tudo, da Rede Globo.

Nas redes sociais, o casal também comemorou a finalização do processo de adoção dos filhos em um vídeo. Saiba mais aqui.

Confira o momento em que o casal fala sobre a adoção de Fátima e Will:

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.