PUBLICIDADE

Alex Miranda morre e Alan Bahia fica ferido em acidente

Incidente ocorre após o carro dirigido pelo volante do Atlético-PR sair da pista e bater num poste em Curitiba

PUBLICIDADE

O meia-atacante Alex Miranda, que esteve recentemente defendendo o Tubarão (SC), morreu após um acidente automobilístico, neste domingo. O volante do Atlético Paranaense Alan Bahia, que dirigia o carro, sofreu ferimentos leves, no acidente ocorrido em Curitiba. Alan Bahia acabou perdendo o controle na Avenida Irmãs Paulinas, conhecida como Via Rápida, no Bairro Pinheirinho. O carro bateu contra um poste de energia, rodopiou na pista e parou em um terreno baldio. O jogador da equipe de Curitiba saiu do veículo, um Peugeot 307, em estado de choque, com um hematoma na cabeça, e foi levado ao hospital para exames mais detalhados. Segundo pessoas que chegaram ao local logo depois do acidente e foram ouvidas pela Rádio Banda B, uma moça que estava no banco da frente também teve ferimentos e foi encaminhada ao hospital. Baiano, Alex Miranda estava com 28 anos e chegou ao Atlético como júnior. Quando chegou ao limite de idade da categoria, foi transferido para o Grêmio Maringá e, depois, para o Tubarão. Além de Alan Bahia, o Atlético está com outros dois jogadores hospitalizados, em razão de jogadas mais ríspidas durante a partida de sábado, contra o Grêmio, em Porto Alegre. Segundo a assessoria de imprensa do Atlético, o atacante Alex Mineiro teve fratura no nariz e no maxilar. Ele foi transferido, em uma UTI Móvel Aérea, na noite deste domingo, de Porto Alegre para Curitiba, onde seria submetido a cirurgia. O meia Evandro, que teve um dente arrancado e quebrou outros três, permanecia internado no Hospital Mãe de Deus, em Porto Alegre, onde passou por cirurgia. Ele deve ser trazido nesta segunda-feira para Curitiba. Alemão Em tragédia semelhante ocorrida no dia 8 de julho, o atacante Alemão, que defendia o Palmeiras, morreu num acidente de carro no centro de Nova Iguaçu (RJ). O jogador de 23 anos estava com mais oito pessoas - todos da mesma família - em sua Toyota Hilux, ano 2007, que capotou. O cunhado do atleta, Sérgio Ventura Ferraz, também morreu no acidente.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.