PUBLICIDADE

Corinthians encara o Cruzeiro para se afastar do Z-4 e ‘salvar’ projeto do próximo ano; entenda

Sem estar classificado à Libertadores e Copa do Brasil, time alvinegro precisa dobrar seu número de vitórias no segundo turno do Brasileirão para garantir vaga direta nas competições

PUBLICIDADE

Foto do author Murillo César Alves

A sequência invicta do Corinthians se encerrou na quarta-feira, após derrota e eliminação diante do São Paulo na Copa do Brasil. A equipe não perdia desde julho e chegou a igualar a melhor marca de Vítor Pereira, treinador do time em 2022, com vitórias e três empates nos últimos 11 jogos. Agora, com apenas duas frentes a disputar – Brasileirão e Copa Sul-Americana –, o foco de Vanderlei Luxemburgo volta a ser o distanciamento da zona de rebaixamento.

PUBLICIDADE

Em 14º, o Corinthians viaja a Belo Horizonte para encarar o Cruzeiro neste sábado, a partir das 21h (horário de Brasília), no Mineirão. Os donos da casa estão em 12º, apenas a um ponto de distância do time alvinegro. É um confronto direto para as equipes, que buscam se afastar da “zona da confusão”, como classifica Luxemburgo. A partida tem transmissão do SporTV e do Premiere.

Com 23 pontos, o foco do Corinthians após a eliminação na Copa do Brasil, é salvar sua próxima temporada. Caso o ano terminasse agora, o Corinthians só teria duas competições a disputar em 2024: o Campeonato Paulista e o Brasileirão. Fora das zonas de classificação à Libertadores e à Sul-Americana, o time também não garante vaga à Copa do Brasil. No novo formato, que entra em vigor a partir do próximo ano, apenas os cinco melhores colocados do Paulistão se classificam – o Corinthians foi eliminado nas quartas de final da competição e sétimo na classificação geral. À época, era comandado por Fernando Lázaro.

Com isso, a meta da equipe a partir de agora é salvar seu planejamento em 2024. A começar por eliminar o risco de rebaixamento. Nas últimas rodadas, a equipe se afastou do Z-4 e está a cinco pontos do Santos, 17º colocado do Brasileirão. Caso repita o desempenho no primeiro turno, terminaria o Brasileirão com 46 pontos. De acordo com projeção do Departamento de Matemática da Universidade Federal de Minas Gerais, o risco de ser rebaixado com esta pontuação é inferior a 1% (exatamente 0,834%).

Para Luxemburgo, que não tem contrato com o clube para a próxima temporada, o ideal é atingir esta pontuação o quanto antes, a fim de perseguir o segundo objetivo do clube: garantir vaga nas competições continentais e Copa do Brasil. Atualmente, o Corinthians está a oito ponto do Athletico-PR, o primeiro dentro do G-6, que dá vaga à Libertadores. Esta zona pode se expandir até o oitavo colocado, hoje o Cuiabá, caso o Flamengo seja campeão da Copa do Brasil e o Palmeiras conquiste a Libertadores.

Luxemburgo ainda não tem seu contrato com o Corinthians renovado para a próxima temporada. Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Segundo a UFMG, a partir dos 59 pontos, a chance de se classificar à Libertadores é superior a 90%. Isso significa que o Corinthians teria que somar 36 pontos no segundo turno, algo equivalente a 12 vitórias. Nos 18 primeiros jogos – a equipe ainda tem uma partida adiada contra o Grêmio –, venceu apenas seis. Teria que melhorar seu desempenho em 100% para este objetivo.

Para se classificar à Copa do Brasil, a vaga na Libertadores é suficiente. Caso contrário, terá que, obrigatoriamente, torcer para que Palmeiras, Red Bull e São Paulo (6º colocado no Paulistão) se classifiquem diretamente na principal competição continental da América do Sul.

Publicidade

Jogadores poupados

Apesar destes objetivos, o Corinthians não irá com força máxima para o duelo com o Cruzeiro. Dos titulares diante do São Paulo, pela Copa do Brasil, apenas Cássio, Fausto Vera, Ruan Oliveira e Adson foram relacionados por Vanderlei Luxemburgo. Os demais ficarão em São Paulo e não viajam com o restante do elenco.

O treinador decidiu poupar Renato Augusto, Fábio Santos, Murillo, Gil, Maycon e Yuri Alberto para o duelo com o Estudiantes, terça-feira, pela Copa Sul-Americana. Antes preterida pelo comandante, a competição ganha importância justamente por garantir vaga à Libertadores – e, no caso do Corinthians, para a Copa do Brasil – ao campeão.

Corinthians poupou titulares para a partida contra o Cruzeiro, neste sábado. Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

Fagner sentiu lesão muscular na panturrilha esquerda e já iniciou o tratamento com o departamento de Saúde e Performance do clube, no CT Joaquim Grava. Entre os relacionados, a novidade é o atacante Gustavo Mosquito, que se recuperou de lesão no joelho e está próximo de renovar seu vínculo com o clube até junho de 2026.

“Só faltam as questões burocráticas mesmo. O Corinthians sempre quis que eu ficasse e eu também sempre quis ficar aqui. Amo muito este clube, amo muito estar aqui”, disse, em entrevista à Corinthians TV. Um dos destaques da equipe em 2020 e 2021, ele retorna aos relacionados após quase dez meses.

Gustavo Mosquito voltou a ser relacionado após quase dez meses. Foto: Rodrigo Coca/Agência Corinthians

PUBLICIDADE

Além dele, os jovens da categoria de base ganham espaço nesta primeira rodada do segundo turno contra o Cruzeiro. No ataque, Wesley e Felipe Augusto devem a dupla de ataque. Há também a possibilidade de que Lucas Veríssimo faça sua estreia pelo Corinthians. Contratado no último mês, o zagueiro estava fazendo sua adaptação física. Sua última partida completa foi em janeiro, ainda pelo Benfica.

Reencontro de Luxemburgo

Campeão da tríplice coroa com o Cruzeiro em 2003 (Brasileirão, Copa do Brasil e Campeonato Mineiro), Luxemburgo terá seu primeiro duelo com a equipe desde que retornou ao Corinthians para a sua terceira passagem. Em 2021, ele chegou a reassumir o comando do time, com a missão de recolocar a equipe na Série A, mas não obteve êxito.

Luxemburgo foi demitido antes do início de 2022, após a chegada de Ronaldo como gestor da Sociedade Anônima do Futebol (SAF). O treinador seria mantido no cargo para a temporada seguinte, e alguns de seus pedidos já haviam sido atentidos pela diretoria, mas não conseguiu continuar seu trabalho após o início do trabalho de Fenômeno.

Publicidade

Em dezembro de 2021, Luxemburgo teve sua situação oficializada e foi decidido que ele não seguiria no comando da equipe para o ano seguinte. “Minha relação pessoal com ele (Ronaldo) é de amizade. Ele comprou uma empresa” – o empresário adquiriu 90% das ações da SAF do time – “e entendeu que o técnico Vanderlei Luxemburgo não cabia no projeto dele”, afirmou o treinador à época.

CRUZEIRO X CORINTHIANS

  • CRUZEIRO: Rafael Cabral; Palacios, Neris, Luciano Castán e Marlon; Matheus Jussa, Filipe Machado e Lucas Silva; Arthur Gomes, Wesley e Rafael Papagaio. Técnico: Pepa.
  • CORINTHIANS: Cássio; Bruno Méndez, Lucas Veríssimo, Caetano e Matheus Bidu; Gabriel Moscardo, Fausto Vera e Giuliano; Matías Rojas (Adson), Wesley e Felipe Augusto. Técnico: Vanderlei Luxemburgo.
  • ÁRBITRO: Rafael Rodrigo Klein (RS).
  • HORÁRIO: 21h.
  • LOCAL: Mineirão, em Belo Horizonte.
  • TV: SporTV e Premiere.
Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.