PUBLICIDADE

Em estreia na Sul-Americana, Botafogo reencontra Loco Abreu contra Audax Italiano

Alberto Valentim diz que Gilson será titular, mas não confirma substituto de Luiz Fernando

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação

Embalado pela emocionante conquista do título do Campeonato Carioca no último domingo contra o Vasco, o Botafogo faz sua estreia nesta quinta-feira na Copa Sul-Americana. No estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago, no Chile, enfrenta o Audax Italiano, que tem em seu elenco alguém que ainda demonstra um enorme carinho pelo clube alvinegro e pela torcida, devidamente devolvido: o atacante uruguaio Sebastián "Loco" Abreu.

+ Clubes brasileiros lutam para reduzir hegemonia argentina na Copa Sul-Americana

+ Botafogo anuncia renovação do contrato do lateral Marcinho até 2020

Ídolo no Botafogo, Loco Abreu vestiu a camisa alvinegra de 2010 a 2012 e conquistou o título carioca de 2010, quando marcou o gol do título contra o Flamengo cobrando um pênalti com cavadinha - fez o mesmo pela seleção uruguaia no mesmo ano, na Copa do Mundo da África do Sul, contra Gana.

Alberto Valentim, técnico do Botafogo. Foto: Vitor Silva / SSPress / Botafogo

Para a partida, o técnico Alberto Valentim confirmou a presença do lateral-esquerdo Gilson na vaga de Moisés, machucado. Mas optou por fazer mistério sobre quem entrará no lugar do meio-campista Luiz Fernando. "O Gilson é o único jogador que trouxemos para essa posição e por isso vai jogar. No lugar do Luiz, vou esconder".

O treinador tem três opções para a posição: Rodrigo Pimpão, Ezequiel e Leandro Carvalho. Na decisão do Campeonato Carioca contra o Vasco, quando Luiz Fernando se machucou, Alberto Valentim optou pela entrada de Pimpão.

Publicidade

Apesar de o Audax Italiano ser o lanterna do Campeonato Chileno, o treinador acredita que será uma dura partida. "Jogo difícil, muda a chave. Mesmo não estando bem no nacional, eles mudam. Tem a regra do gol fora e temos que tentar o gol aqui para levar vantagem para o Rio", disse o treinador.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.