PUBLICIDADE

Felipe faz apelo: troca camisas do Corinthians por terço

Goleiro quer recuperar objeto perdido na comemoração da defesa do pênalti que garantiu a classificação

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Herói da classificação do Corinthians para as finais da Copa do Brasil contra o Sport Recife, ao pegar o último pênalti da disputa, o goleiro Felipe está preocupado. É que deixou o terço que carrega em todas as partidas do time no gol para comemorar com os torcedores no Morumbi e quando voltou, não o encontrou. Por isso, ele faz um apelo. Veja também:  Mano Menezes: 'É o Corinthians renascendo das cinzas'  Expulsões de Dualib e Curi ocorrerão em 90 dias   Corinthians derrota Botafogo nos pênaltis e está na final "Quem o achou, por favor, me devolva. Troco duas camisas do Corinthians por ele. Este terço está comigo há alguns anos e tem me ajudado bastante, faço esse apelo. Já partiu várias vezes, está velhinho, mas é algo que gosto muito. É importante para mim", disse o goleiro corintiano, na entrevista coletiva após o jogo. O símbolo religioso é um companheiro antigo de Felipe. Desde os tempos de Vitória ele o carrega, entrando em campo com ele e só retirando após uma oração no gol que vai defender, momentos antes do jogo. Porém, se o ajudou nesta cobrança de pênalti, não o ajudou a evitar os gols que rebaixaram o time no ano passado. DESABAFO A classificação foi motivo de alívio para Felipe. Sem papas na língua, ele está bastante quieto desde o ano passado. E aproveitou o momento para desabafar, bem de leve. "Vão ter de me engolir. Estamos trabalhando para recuperar o Corinthians e agora temos o Sport Recife pela frente. Vamos atrás deste título da Copa do Brasil sim", discursa. Um dos jogadores considerados titular absoluto da equipe, Felipe deve estar em campo nas duas finais e no próximo jogo, sábado, contra o Fortaleza, no Estádio do Pacaembu, às 16h10. A preparação recomeça nesta quinta, com um treino leve no Parque São Jorge.  

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.