PUBLICIDADE

Procuradoria quer abrir inquérito no caso da mala branca

PUBLICIDADE

Por AE
Atualização:

A procuradoria do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) entrou nesta terça-feira com pedido de abertura de inquérito para apurar a suspeita de que os jogadores do Barueri receberam "mala branca" para vencer o Flamengo, por 2 a 0, em 28 de outubro, pelo Brasileirão. Agora, cabe ao presidente em exercício do STJD, Virgílio Val, deferir ou não a solicitação.Se o presidente do STJD aceitar a solicitação da procuradoria, o inquérito será instaurado. Aí, o atacante Val Baiano e o goleiro René, ambos do Barueri, deverão ser intimados a depor. Foram os dois jogadores que revelaram a existência da "mala branca" como incentivo ao time no jogo contra o Flamengo.Val Baiano afirmou, após a partida com o Flamengo, que o Cruzeiro teria oferecido dinheiro para o Barueri ganhar o jogo. E Renê confirmou a proposta da "mala branca", mas se negou a dizer o nome do clube que teria oferecido o incentivo. Enquanto isso, a diretoria cruzeirense negou a acusação.Por conta das declarações que deram, Val Baiano e Renê foram punidos pela diretoria do Barueri e não puderam enfrentar o São Paulo, no último sábado, também pelo Brasileirão. Mas os dois jogadores negaram que tenham recebido a "mala branca", o que deve facilitar a reintegração de ambos ao elenco.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.