PUBLICIDADE

São-paulinos não se surpreendem com pênalti pego por Ceni

Souza aproveita para cutucar o ex-corintiano Coelho, que desperdiçou a cobrança para o Atlético-MG

PUBLICIDADE

Atualização:

A fase de Rogério Ceni é tão boa que nenhum de seus companheiros no São Paulo se surpreendeu com o sangue frio para defender um pênalti nos minutos finais de um jogo importante. "Ele é um líder, um ícone do futebol brasileiro. O Rogério vive uma fase maravilhosa e em mais uma noite salvou o São Paulo", elogiou o volante Richarlyson. Já o meia Souza não perdeu a oportunidade de disparar mais uma de suas alfinetadas. "Quando eu vi que era o Coelho que ia bater, eu lembrei daquele jogo contra o Corinthians e fiquei tranqüilo. Depois dessa, acho que ele não vai querer olhar para o Rogério por uns três anos", disse. Coelho perdeu um pênalti num jogo entre as duas equipes no Paulistão, de 2005. Apesar de tudo o que tem feito pelo São Paulo, Rogério Ceni se esquivou quando lhe perguntaram se pensa em seleção brasileira. Não falou nada, apenas gesticulou os braços como se quisesse dizer: "É só o Dunga chamar!" Para o jogo de sábado, contra o Vasco, em São Januário, o técnico Muricy Ramalho não poderá contar com o zagueiro Alex Silva, que ficará parado por duas semanas por causa de um estiramento na coxa direita. Ele já estava fora do jogo, porque estava convocado para jogar pela seleção brasileira nos Estados Unidos, mas acabou nem se apresentando ao técnico Dunga.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.