PUBLICIDADE

Senegal trata duelo com Equador como ‘final’ e sonha com classificação: ‘Está em nossas mãos’

Seleções duelam nesta terça-feira, às 12h (horário de Brasília), no Estádio Khalifa International; senegaleses somam 3 pontos contra 4 dos equatorianos

PUBLICIDADE

Por Estadão Conteúdo

Uma vitória foi suficiente para mudar o clima na delegação de Senegal. Após perder seu principal jogador por lesão e estrear na Copa do Mundo com derrota para a Holanda por 2 a 0, a equipe senegalesa deu a volta por cima ao bater o Catar por 3 a 1. Dependendo apenas de si para classificar, a confiança cresceu diante de um duelo direto com o Equador, que acontecerá nesta terça-feira, às 12h (horário de Brasília), no Khalifa International Stadium.

PUBLICIDADE

“A oportunidade está nas nossas mãos. Sabemos que se ganharmos o próximo jogo estará em nossas mãos, então faremos de tudo para vencer”, disse o zagueiro Kalidou Koulibaly, que é titular absoluto de Senegal e defende o Chelsea, da Inglaterra.

O lateral Youssouf Sabaly, por sua vez, tratou a partida como uma “final” para Senegal e mostrou o mesmo otimismo do seu companheiro de equipe. “Provamos que podemos marcar gols quando criarmos situações. Temos que manter nossa confiança e fazer mais esforços. Esperamos vencer esta final.”

Senegal e Equador decidem vaga nas oitavas de final da Copa do Brasil na próxima terça-feira, 12h (horário de Brasília). Foto: Issouf Sanogo/AFP

Na zona mista, os jogadores de Senegal trataram a participação na Copa do Mundo como “aventura”, mas mostraram seriedade com a possibilidade da equipe avançar às oitavas de final, feito que poderá ser conquistado com uma simples vitória sobre o Equador por qualquer placar. A equipe sul-americana, no entanto, ainda não perdeu e joga pelo empate.

Mas o Equador pode ter um problema sério para a partida. Enner Valencia deixou o jogo diante da Holanda chorando e pode vir a ser desfalque, assim como Mané é para Senegal. O equatoriano marcou os seis últimos gols da seleção em Copas do Mundo.

Senegal está em terceiro lugar no Grupo A, com três pontos, um atrás de Holanda e Equador. Eliminado, o Catar ainda não pontuou.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.