PUBLICIDADE

Tite é alvo de assalto e tem cordão roubado enquanto passeava com a mulher no Rio

Episódio envolvendo o ex-treinador da seleção brasileira aconteceu no início da última semana; ele e a companheira lamentaram o episódio

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O técnico Tite sofreu um assalto enquanto caminhava com a mulher na Barra da Tijuca, no Rio. O episódio aconteceu no início da semana passada. O treinador teve um cordão roubado por uma pessoa que passava de bicicleta. Tanto o ex-comandante da seleção brasileira quanto a companheira lamentaram o episódio.

A assessoria do treinador afirmou ainda que uma outra pessoa que estava no local e viu a cena tentou interceptar o ladrão, mas não conseguiu. O casal seguiu normalmente com a caminhada depois do ocorrido. Tite não deve continuar morando no Rio.

Tite deixou o comando da seleção brasileira após a eliminação na Copa do Mundo para a Croácia.  Foto: Suhaib Salem/REUTERS

PUBLICIDADE

Tite desembarcou no Rio no dia 11 de dezembro, dois dias após a eliminação no Brasil para a Croácia, nos pênaltis, no Mundial do Catar. Emocionado, o técnico Tite não quis dar entrevistas quando chegou e apenas agradeceu a algumas pessoas, cerca de 50, que o aplaudiram na passagem pelo saguão do Aeroporto Internacional Tom Jobim.

Tite deixa o cargo após seis anos no comando técnico da seleção brasileira. Nesse período, disputou duas Copas do Mundo, em 2018 e 2022 — eliminado em ambas nas quartas de final, para Bélgica e Croácia, respectivamente. Conquistou uma Copa América, em 2019, e um vice-campeonato, em 2021, diante da Argentina.

Após sua saída da CBF, não há definição sobre o novo treinador da seleção. O presidente da entidade, Ednaldo Rodrigues, afirmou que somente em janeiro vai decidir quem deve assumir o cargo. A permanência de Juninho Paulista, coordenador da seleção, também não está confirmada. O ciclo para a Copa de 2026 começa em março de 2023, com os primeiros jogos da Data Fifa. Tite vai passar por um período de férias. Ele tinha planos de trabalhar na Itália.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.