PUBLICIDADE

Força mental decidirá jogo com Itália, diz francês Malouda

PUBLICIDADE

Por CHRISO
Atualização:

O meia da seleção francesa Florent Malouda acredita que a força mental será a chave para a vitória da França no clássico com a Itália, em Milão, numa partida recheada de tensão pelas eliminatórias da Eurocopa de 2008. "A Itália é taticamente forte, nós temos que antecipar e temos que ter cuidado para não deixá-los ditar o ritmo do jogo", disse Malouda a repórteres nesta quinta-feira. "Ir lá por um empate não faz parte da filosofia da França. Então vamos jogar com clareza e comprometimento." Entretanto, Malouda alertou seus jogadores a não caírem nas provocações. "O objetivo é não provocar seus oponente, mas isso agora faz parte do esporte", disse ele. "O fato mais importante é como você reage à provocação. Teremos de ser mentalmente fortes." A França foi derrotada pela Itália nos pênaltis na final da Copa do Mundo de 2006, após empate de 1 x 1. O capitão francês Zinedine Zidane, agora aposentado, foi expulso na prorrogação após ter acertado uma cabeçada no peito do zagueiro italiano Marco Materazzi. O jogador da Inter de Milão, que não jogará no sábado devido a uma lesão, admitiu recentemente ter insultado a irmã de Zidane. "Não me importo se Materazzi jogará ou não. Eu não jogo contra Materazzi, eu jogo contra a Itália", disse Malouda. A França lidera o Grupo B das eliminatórias, com 18 pontos em sets partidas, dois pontos à frente da Itália. Os franceses venceram a Itália por 3 x 1 em setembro, no primeiro encontro entre as equipes nas eliminatórias, no Stade de France.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.