PUBLICIDADE

Federer elimina Roddick, o último tenista local no US Open

Ironicamente, o suíço tem no saque seu ponto forte na vitória por 7/6 (7/5), 7/6 (7/4) e 6/2

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

Com o saque como melhor arma, o suíço Roger Federer venceu o norte-americano Andy Roddick por 7/6 (7/5), 7/6 (7/4) e 6/2 e deu mais um passo rumo a seu quarto título consecutivo em Nova York, deixando o quadro masculino do US Open sem tenistas dos Estados Unidos.   O número um do mundo vai enfrentar nas semifinais o russo Nikolay Davydenko, que superou o alemão Tommy Haas por 6/3, 6/3 e 6/4. O confronto repete o do ano passado, quando o suíço conquistou seu terceiro título.   Federer voltou a dosar suas energias contra Roddick, um tenista cada vez mais afastado de seu melhor momento. O norte-americano tentou se superar forçando o saque (seu fundamento mais característico), e manteve o equilíbrio durante os dois primeiros sets, decididos no tie-break.   Mesmo assim, Federer foi melhor e ironicamente teve na força do saque a sua maior qualidade, tanto que superou Roddick em aces, a 'marca registrada' do norte-americano.   No último set, o suíço viu do outro lado da quadra um Roddick entregue à derrota e só administrou até fechar o jogo e seguir como o principal favorito ao título do último Grand Slam do ano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.