Infográficos

‘O que mais preocupa é a total inabilidade do governo para propor um caminho para o ajuste fiscal’

Para Scheinkman, mais do que o tamanho do déficit e da dívida, o problema é que o Executivo gasta muito mal o que arrecada, e o mais provável é que uma solução só apareça após a eleição de 2022

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.