Infográficos

Fila para atendimentos de saúde em SP cresceu 70% entre 2016 e 2020

De uma eleição municipal para outra, quantidade de paulistanos que aguardam exames, consultas e cirurgias saltou de 753 mil para 1,3 milhão; má distribuição de serviços entre centro e periferia escancara desigualdade na cidade

Adriana Ferraz, Bianca Gomes e Brenda Zacharias

02 de outubro de 2020 | 05h00

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.