Lula deseja êxito a novo governo argentino sem citar Milei; esperança volta a brilhar, diz Bolsonaro

Petista parabeniza o povo as instituições argentinas pela condução do processo eleitoral e diz que o Brasil estará ‘sempre à disposição’; veja a manifestação de políticos brasileiros

PUBLICIDADE

Por Redação
Atualização:
6 min de leitura

BRASÍLIA - O presidente Luiz Inácio Lula da Silva se manifestou neste domingo, 19, sobre o resultado das eleições presidenciais na Argentina, com a vitória do libertário Javier Milei.

Lula parabenizou o povo e as instituições argentinas pela condução do processo eleitoral e desejou sorte e êxito ao novo governo, mas não citou o nome de Milei.

“A democracia é a voz do povo, e ela deve ser sempre respeitada. Meus parabéns às instituições argentinas pela condução do processo eleitoral e ao povo argentino que participou da jornada eleitoral de forma ordeira e pacífica”, escreveu o presidente em uma publicação no X, antigo Twitter.

“Desejo boa sorte e êxito ao novo governo. A Argentina é um grande país e merece todo o nosso respeito. O Brasil sempre estará à disposição para trabalhar junto com nossos irmãos argentinos”, disse o presidente.

O governo tinha preferência pelo peronista Sergio Massa, ministro da Economia e aliado do atual presidente argentino, Alberto Fernández, parceiro de Lula. Durante a campanha, Milei adotou um tom duro contra o petista, chamando-o de corrupto e comunista.

Continua após a publicidade

Já o ex-presidente Jair Bolsonaro comemorou a vitória de Milei. “Parabéns ao povo argentino pela vitória com Milei. A esperança volta a brilhar na América do Sul”, escreveu Bolsonaro.

“Que esses bons ventos alcancem os Estados Unidos e o Brasil para que a honestidade, o progresso e a liberdade voltem para todos nós”, disse o ex-presidente.

O senador Flávio Bolsonaro (PL-RJ) também se manifestou. “Parabéns, Milei. Que Deus ilumine seu caminho na presidência. A Casa Rosada trará desafios gigantescos, mas tenho certeza de que você fará o melhor pela Argentina. Pouco a pouco vamos vencendo a esquerda e o comunismo na América Latina”, publicou.

“Que a Argentina seja um exemplo e apenas a primeira de muitas mudanças para melhor no nosso continente. Milei é um passo decisivo rumo à liberdade da América Latina”, escreveu Flávio.

A presidente do PT, Gleisi Hofmann, afirmou que o resultado das eleições presidenciais na Argentina “deve ser reconhecido por todos, como fez prontamente o candidato Sergio Massa, que teve o apoio do PT”. Ela classificou a vitória de Milei como um “duríssimo teste para a sua democracia”.

Continua após a publicidade

“Seguiremos solidários no desafio de construir a integração entre nossos países e o fortalecimento do Mercosul. Esperamos que tais esforços não sejam interrompidos pelo novo governo, porque representam a possibilidade de um futuro melhor e mais justo para toda a América do Sul”, afirmou.

O líder do governo no Congresso, senador Randolfe Rodrigues (sem partido-AP), afirmou que o resultado das eleições argentinas reforça que “o avanço da extrema-direita, potencializado pelas redes, é uma realidade em todo o mundo”.

“Que o histórico de coragem, luta e resistência do povo argentino não arrefeça e que, acima de tudo, a democracia seja respeitada pelo novo governo, como tem sido por seus opositores. Para nós, no Brasil, fica a lição e o alerta. É preciso estar atento e forte!”, escreveu o senador.

O senador Sergio Moro (União Brasil-PR) classificou o resultado como uma “grande vitória para América Latina” e disse que a Argentina “ganhou duas copas do mundo seguidas”. “O fim do kirchnerismo na Argentina representa uma luz para todo o continente”, escreveu Moro.

Continua após a publicidade

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), desejou sabedoria ao novo governante argentino. “Parabenizo a Javier Milei pela eleição vitoriosa e desejo muito sucesso e sabedoria na condução do seu mandato”, disse.

O prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), outro pré-candidato na disputa pela capital paulista no ano que vem, parabenizou Milei. “Novos rumos para a Argentina. Parabenizo Javier Milei pela vitória na eleição. Desejo sucesso no mandato frente aos grandes desafios em uma Argentina que tem inflação de 120% e 40% da população dentro da linha da pobreza”, disse.

O deputado federal Guilherme Boulos (PSOL-SP), pré-candidato a prefeito de São Paulo no ano que vem, afirmou que a eleição de Milei é uma tragédia que se repete, em referência ao pleito de 2018, quando Bolsonaro venceu no Brasil.

“A eleição de Javier Milei é a repetição de uma tragédia. Será uma batalha duríssima, mas não tenho dúvidas que nossos irmãos argentinos resistirão com muito firmeza às cenas de um filme que já conhecemos aqui no Brasil. Não importa onde, não importa quando, contem conosco na luta contra fascismo e na defesa da democracia”, afirmou o parlamentar./Colaborou Heitor Mazzoco

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.