Novas fotos de Johnson brindando em festa durante a pandemia aumentam pressão sobre líder britânico

Foto: ITV News/Handout via Reuters

Oito pessoas aparecem nas fotos, em um momento em que as regras sanitárias proibiam que mais de duas pessoas de lares diferentes socializassem em ambientes fechados

Por Redação
Atualização:

Novas fotos divulgadas nesta segunda-feira, 23, mostram o primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, brindando em uma festa realizada na sede do Executivo em 13 de novembro de 2020, quando ainda estavam em vigência no Reino Unido as restrições contra a pandemia da covid-19.

As quatro imagens, obtidas pela emissora ITV, mostram Johnson em atitude descontraída e erguendo um copo enquanto se dirige a seus colaboradores naquela comemoração, na qual podem ser vistas garrafas de álcool e salgadinhos.

Oito pessoas aparecem nas fotos, em um momento em que as regras sanitárias proibiam que mais de duas pessoas de lares diferentes socializassem em ambientes fechados.

Continua após a publicidade

Continua após a publicidade

As fotografias, obtidas pela ITV News, foram tiradas em uma reunião em homenagem ao diretor de comunicações de Downing Street, Lee Cain, em novembro de 2020. Foto: ITV News/Handout via REUTERS
As fotografias, obtidas pela ITV News, foram tiradas em uma reunião em homenagem ao diretor de comunicações de Downing Street, Lee Cain, em novembro de 2020. Foto: ITV News/Handout via REUTERS Foto: ITV News/Handout via REUTERS

Essas imagens, que adicionam mais pressão sobre Johnson pelo descumprimento das leis anticovid em Downing Street, são divulgadas pouco antes do esperado relatório independente da funcionária Sue Gray sobre as festas na sede do Executivo, um escândalo conhecido como Partygate.

Esse relatório, cuja publicação foi parcialmente adiada para que a polícia conclua sua própria investigação, deve lançar mais luz e documentar as comemorações que violaram os regulamentos na sede do Executivo britânico.

Ele deve ainda incluir detalhes de alguns eventos que não foram investigados pela polícia e gerar mais críticas ao líder britânico. O gabinete de Johnson disse que a polícia teve acesso a todas as informações durante a investigação, incluindo fotos.

A Polícia Metropolitana de Londres (Scotland Yard) anunciou na quinta-feira passada a conclusão de sua investigação sobre essas reuniões sociais, sobre as quais emitiu 126 multas, incluindo uma para Johnson, sua mulher, Carrie, e o titular de Economia, Rishi Sunak.

Multas

As fotos divulgadas pela ITV foram tiradas na despedida do então diretor de Comunicação de Downing Street, Lee Cain, e, segundo a emissora, havia mais participantes do que os oito que aparecem nas imagens.

Em várias dessas imagens, Johnson aparece fazendo um discurso e com uma taça de espumante nas mãos, enquanto há várias garrafas de vinho e espumante na mesa.

A Polícia Metropolitana, cuja investigação tem sido altamente questionada pela oposição, não multou o primeiro-ministro por sua participação nessa festa.

“Boris Johnson disse repetidamente que não sabia nada sobre infrações legais; agora não há dúvida, ele mentiu. O primeiro-ministro rebaixou sua posição. Ele fez as regras e as quebrou”, criticou a “número dois” da oposição trabalhista, Ângela Rayner, em sua conta no Twitter./EFE e REUTERS

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Publicidade