Rússia: corpo do opositor Navalni apresenta hematomas e sinais de convulsões, segundo jornal

Publicação criticada pelo governo Putin conversou com funcionário de ambulância em Salekhard, cidade próxima à prisão em que Navalni faleceu

PUBLICIDADE

Foto do author Redação
Por Redação
Atualização:

O corpo do opositor russo Alexei Navalni, que morreu na sexta-feira, 16, tem sinais de hematomas e convulsões, segundo informações do jornal russo Novaya Gazeta Europa, especializado em jornalismo investigativo e criticado pelo regime do presidente da Rússia, Vladimir Putin.

PUBLICIDADE

O jornal afirma que conversou com um funcionário de uma ambulância em Salekhard, cidade próxima à prisão em que Navali faleceu no Ártico russo. Segundo o funcionário, o corpo médico afirmou que percebeu a presença de hematomas no corpo de Navalni e o paramédico entrevistado pelo jornal apontou que este tipo de lesão ocorre por conta de convulsões.

O periódico também afirma que existem sinais indicando que os médicos da prisão tentaram ressuscitar Navalni, mas que ele provavelmente morreu de parada cardíaca.

O opositor russo Alexei Navalni durante uma audiência judicial em Moscou, Rússia  Foto: Andrei Rudakov/ WashingtonPost

Morte foi confirmada por porta-voz de Navalni

Os aliados políticos de Navalni confirmaram a sua morte no sábado, 17, apontando que sua mãe, Liudmila Navalnaia, recebeu uma notificação oficial de que seu filho havia morrido na sexta-feira, 16. A família do opositor russo esperava que as autoridades liberassem o corpo de Navalni.

Kira Yarmish, porta-voz de Navalni, disse em um comunicado no X, antigo Twitter, que os investigadores russos transferiram o corpo de Navalni de uma colônia penal no Ártico para a cidade de Salekhard, onde estava sendo examinado.

“Exigimos que o corpo de Alexeii Navalni seja entregue imediatamente à sua família”, disse Yarmish em seu comunicado.

A mãe de Navalni e seu advogado chegaram no sábado, 17, à colônia penal na cidade de Kharp, segundo Yarmish em um comunicado em vídeo. Ela e outros tiveram que esperar duas horas antes que um funcionário da prisão aparecesse para dizer que o corpo do Navalni havia sido transferido para Salekhard.

Publicidade

Em Salekhard, um centro regional próximo da colónia penal, a mãe de Navalni e o seu advogado encontraram um necrotério fechado. Quando ligaram, as autoridades disseram que o corpo de Navalni não estava lá, disse Yarmish. Outro advogado foi informado, disse ela, que uma “histologia adicional” foi realizada para determinar a causa da morte de Navalni e que seus resultados devem ficar prontos na próxima semana. “Eles mentem e fazem de tudo para não entregar o corpo”, afirmou Yarmish.

Causa da morte

As autoridades penitenciárias disseram que Navalni ficou inconsciente e morreu após uma caminhada na colônia penal, para onde foi transferido no final de dezembro.

As autoridades prisionais russas disseram que as suas causas estavam “sendo determinadas”. Os investigadores locais disseram que lançaram uma “verificação processual” da morte de Navalni.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.