PUBLICIDADE

Facebook lança sistema de pagamentos dentro do app Messenger

Novidade, inicialmente disponível apenas nos EUA, permite que dois amigos transfiram dinheiro entre si dentro da plataforma de mensagens

PUBLICIDADE

 

SÃO PAULO – Após muita especulação ao longo dos últimos meses, o Facebook lançou nesta terça-feira, 17, um serviço de pagamento dentro do seu aplicativo de mensagens Facebook Messenger, nas versões para os sistemas operacionais iOS e Android e também para desktop.

PUBLICIDADE

O serviço, por enquanto disponível apenas nos Estados Unidos, permite aos usuários cadastrarem seus cartões de débito no Facebook e usá-los para enviar pagamentos para seus amigos. A rede social não cobrará taxas pelas transações. “Nós não estamos criando um negócio na área de pagamentos”, disse ao site TechCrunch o gerente de produto do Facebook, Steve Davis. Segundo ele, a intenção é oferecer o serviço pelo Messenger para tornar a experiência no serviço “mais útil, expressiva e gostosa”.

O movimento é significativo já que a plataforma de mensagem do Facebook é uma das maiores da atualidade, com mais de 500 milhões de usuários por todo o mundo.

A rede social também é dona do WhatsApp, um dos aplicativos mais usados no mundo, com 700 milhões de usuários. Não há indícios por enquanto, porém, que a nova funcionalidade seja incorporada ao WhatsApp.

Outros aplicativos rivais como o Snapchat e o chinês We Chat já oferecem a tecnologia para os seus usuários.

Em tempo real

Para fazer um pagamento o usuário passará por três passos. Após cadastrar o cartão de débito no sistema do Facebook, deverá tocar no ícone com o símbolo do dólar que aparece logo abaixo da caixa de texto, na janela de bate-papo do amigo que vai receber o pagamento.

Publicidade

Na sequência, poderá escolher o valor da transação e digitar a senha para confirmar o pagamento. Usuários das versões mais recentes do iPhone poderão também usar as digitais para confirmar a transação.

A rede social afirma ter acrescentado uma camada de segurança ao aplicativo para garantir a proteção dos pagamentos realizados por meio do Messenger e que uma equipe anti-fraude foi criada para monitorar essas transações.

Inicialmente, o Facebook permitirá apenas a transferência de dinheiro entre duas pessoas que são amigas, o que o coloca fora da disputa por espaço com o Apple Pay, serviços de pagamento da Apple, como destaca o The New York Times.

Débito

PUBLICIDADE

Os serviços de micropagamentos estão ganhando popularidade nos Estados Unidos, embora ainda pouco conhecidos no Brasil.

Um dos maiores expoentes é o Venmo, uma startup de Nova York que hoje pertence ao PayPal, um dos serviços de pagamento mais populares da internet e que pode ser afetado pela nova função anunciada pelo Facebook.

A ideia por trás desses sistemas é facilitar pequenas transações do dia a dia, como quando amigos vão a um bar e precisam dividir a conta. Em vez de trocarem dinheiro entre si e enfrentar problemas como a falta de troco, a ideia é que eles resolvam de forma simples pelo aplicativo.

Publicidade

Segundo dados do BI Intelligence, o Venmo passou de US$ 59 milhões em volume de transações no fim de 2012 para US$ 468 milhões em meados de 2014.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.