Divulgação
Divulgação

Rafinha Bastos não come 'fraldinha' nem 'baby' beef em vídeo sobre polêmica

Depois de publicar fotos debochando de sua ausência no 'CQC', humorista lança nova piada sobre caso

estadão.com.br,

07 de outubro de 2011 | 08h56

SÃO PAULO - O humorista Rafinha Bastos continua ironizando sua suspensão do programa CQC. Após colocar fotos no Twitter em que aparecia se divertindo com mulheres com a tela da televisão ao fundo mostrando o programa, Rafinha fez um vídeo em que conversa com um amigo dentro de uma churrascaria.

 

No vídeo, quando o garçom lhe oferece carnes, ele brinca com o nome de alguns cortes, como fraldinha e baby beef, fazendo alusão à frase "Eu comeria ela... e o bebê" proferida por ele durante o programa sobre a cantora Wanessa Camargo, que está grávida.

 

 

 

Rafinha foi suspenso da atração após a polêmica por tempo indeterminado, de acordo com a Rede Bandeirantes, e seus colegas foram proibidos de falar sobre o assunto. Ainda assim, Marcelo Tas, chefe da bancada do CQC, comentou em seu Twitter na terça-feira sobre as piadas que o comediante tem feito do próprio caso. "Hahaha engraçado, mas a Monica dá de 10 nessas "mina", meu ". Já o colega Rafael Cortez, um dos repórteres da atração, disse que Rafinha faz falta e que "como qualquer um de nós, acerta e erra".

 

Danilo Gentilli, também se manifestou, embora sem declarar que falava do colega. Durante o programa, na segunda-feira, publicou em seu Twitter: "Se precisarem de mim estarei ali no banheiro vomitanto". No Agora É Tarde desta quinta-feira, 6,comentou enquanto conversava com a banda Restart sobre artistas que riem de si mesmos: "Isso no Brasil é raro, alguém que é alvo de piada e se diverte com a piada e não liga", disse. Ele participa, ao lado de Oscar Filho e do próprio Rafinha, de vídeo sobre a suspensão do colega.

 

 

O humorista Rafinha Bastos deverá contunuar ausente do CQC da próxima semana. 

Tudo o que sabemos sobre:
Rafinha BastosCQC

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.