Edu Andrade/Divulgação
Edu Andrade/Divulgação

Fernando crê em vaga na lista de Felipão para Copa das Confederações

Jogador do Grêmio desembarcou em Belo Horizonte para o amistoso do Brasil com o Chile

Almir Leite, Agência Estado

22 de abril de 2013 | 17h05

BELO HORIZONTE - Um dos primeiros a se apresentar à seleção brasileira, o volante Fernando está confiante em buscar uma das disputadas vagas da lista de Luiz Felipe Scolari para a Copa das Confederações, em junho. O jogador do Grêmio desembarcou nesta segunda-feira em Belo Horizonte para o amistoso com o Chile, quarta, no Mineirão.

Fernando chegou à concentração acompanhado do zagueiro Rodrigo Moledo e do atacante Leandro Damião. Mais tímido, o defensor estreante na seleção não conversou com os jornalistas, enquanto os outros dois atletas falaram sobre suas expectativas para a última partida antes da convocação de Felipão para o evento-teste da Copa do Mundo.

Fernando e Damião vivem situações diferentes na seleção. O volante é um dos xodós do técnico Luiz Felipe Scolari e tem presença praticamente garantida no grupo que vai disputar o evento-teste para a Copa do Mundo. Damião disputa a vaga de reserva de Fred com o corintiano Alexandre Pato.

Por conta da situação, Fernando mostra tranquilidade. E acha que suas características, por ser um jogador de marcação, torna mais fácil sua tarefa de conquistar a confiança de Felipão.

"O Felipão sempre falou que prefere mais um volante que marca do que um que sai para o jogo. A gente tem que se adaptar à forma como o treinador gosta. Para mim, não há problema porque meu estilo é de bastante marcação", disse Fernando,

Damião teve chance com Felipão no amistoso com a Bolívia. Participou do primeiro tempo, teve boa atuação e fez um dos gols na goleada de 4 a 0. Apesar disso, acha que ainda precisa lutar muito para conquistar um lugar na Copa das Confederações.

"É preciso aproveitar as oportunidades e espero me sair bem, se tiver chance de jogar. Até hoje tive algumas oportunidades na seleção e sempre procurei fazer o melhor. Creio que aproveitei".

O atacante do Inter espera que a seleção conte com o apoio da torcida no Mineirão. Quarta-feira, "É véspera da Copa das Confederações e o carinho do torcedor é sempre importante nessa hora."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.