Messi afirma que já está pensando na Copa do Mundo

Craque argentino, que disputará seu terceiro Mundial, garantiu que a parte física está boa para esses seis meses

AE, Agência Estado

20 de janeiro de 2014 | 12h21

SÃO PAULO - Lionel Messi, segundo colocado da Bola de Ouro da Fifa, afirmou nesta segunda-feira, em entrevista à entidade máxima do futebol, que já pensa na Copa do Mundo. O craque argentino, que disputará seu terceiro Mundial, garantiu que a parte física está boa para esses seis meses. "A cabeça também está", disse.

O craque do Barcelona ressaltou o período difícil que enfrentou no ano passado. "Não cheguei fisicamente bem ao fim do Campeonato Espanhol e à semifinal da Liga dos Campeões. Também perdi o começo de 2014. Mas posso dizer que a lesão foi a única coisa ruim do ano", disse.

No dia 10 de novembro, Messi sofreu a lesão mais grave da carreira. Na ocasião, o jogador rompeu o tendão da coxa esquerda e ficou nove jogos longe do Barcelona. "Apesar da parte ruim, fisicamente foi muito bom para mim ficar parado esses dois meses. Estou tentando ver o lado positivo de tudo isso", afirmou.

O retorno deu-se no último dia 8, contra o Getafe, quando o craque marcou dois gols em 27 minutos. Mesmo com uma temporada marcada pelas contusões, Messi mantém a elevada média de gols. Nas 25 oportunidades que entrou em campo, o camisa 10 do time catalão marcou 24 gols. 

A menos de cinco meses para o início da Copa do Mundo, Messi também pensa no Barcelona. De acordo com ele, há coisas importantes para acontecer antes do Mundial, como a Liga dos Campeões, oCampeonato Espanhol e a Copa do Rei. O craque, no entanto, ressalta a importância do Mundial. "A Liga dos Campeões é linda, mas Copa do Mundo é especial", disse.

A Argentina está no Grupo F da Copa do Mundo. O primeiro jogo será contra a Bósnia, no Maracanã. Depois, o time argentino enfrentará o Irã no Mineirão. O último jogo da primeira fase será disputado contra a Nigéria, no Beira-Rio. A chave da seleção da Argentina cruzará com o Grupo E nas oitavas de final. Dessa forma, os argentinos têm a chance de enfremtar Suíça, Equador, França e Honduras na fase seguinte. 

"Fala-se muito que será fácil, que a Argentina tem a obrigação de se classificar com tranquilidade. Mas é um Mundial, e não há seleção fácil. Se eles estão ali, existe um motivo. Não há jogo fácil em Copa do Mundo", acredita.

CONFIANÇA

Messi está confiante de que a Argentina poderá triunfar na Copa do Mundo de 2014, quando o seu país tentará conquistar o seu terceiro Mundial e assim encerrar um jejum que perdura desde 1986. A classificação tranquila para esta edição da competição e o bom momento psicológico dos jogadores colaboram para que o astro aposte em uma campanha de sucesso no Brasil.

"Chegaremos em um bom momento. Fizemos uma grande eliminatória depois da partida que ganhamos na Colômbia, quando não estávamos muito bem. Foi uma mudança importante e muito positiva para nós. O elenco é bom e nos damos muito bem. Pode ser o nosso ano. No Mundial pode acontecer qualquer coisa, é muito difícil. Mas creio que chegamos bem", ressaltou.

Ao projetar a Copa de 2014 e ao ser lembrado que já brilhou em jogos contra o Brasil, forte candidato ao título também por atuar em casa, Messi destacou um confronto que guarda com carinho. "Lembro-me muito da partida pelo Mundial Sub-20 (de 2005). Ganhamos a semifinal por 2 a 1. Tenho ótimas lembranças pelo que significava aquela partida, porque marquei um gol e fomos à final. E também porque foi uma das minhas primeiras alegrias no futebol. É uma lembrança muito linda", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.