Evelson de Freitas/AE
Evelson de Freitas/AE

Palmeiras empata sem gols contra o lanterna Santo André pelo Paulistão

Em partida fraca no Pacaembu, time alviverde não consegue a vitória e irrita a torcida

FELIPE MENDES, Agência Estado

05 de março de 2011 | 20h42

SÃO PAULO - Depois de golear na Copa do Brasil, no meio de semana, o Palmeiras decepcionou neste sábado no Campeonato Paulista. Mesmo com um jogador a mais, o time de Luiz Felipe Scolari ficou no 0 a 0 contra o lanterna Santo André, no Pacaembu, pela 11.ª rodada.

Com o tropeço, o Palmeiras caiu para a quinta colocação da tabela, com 22 pontos, atrás agora do São Paulo, que derrotou o São Caetano por 2 a 0, também neste sábado. O Corinthians lidera com 25, seguido do Mirassol, 23. O Santo André, por sua vez, chegou aos 7 pontos e deixou a lanterna. O Linense herdou a última colocação, com 6.

Embalado pela goleada de 5 a 1 sobre o frágil Comercial-PI, o Palmeiras começou no ataque neste sábado diante do combalido Santo André. Logo no primeiro minuto, Marcos Assunção levou perigo em cobrança de falta. Aos 6, Patrik arriscou de longe, mas também finalizou para fora.

Esta postura ofensiva, contudo, não foi mantida no restante do primeiro tempo. O Santo André equilibrou o jogo rapidamente, enquanto o Palmeiras sentia falta de Valdivia, cortado de última hora. As duas equipes não passavam do meio-campo, por conta dos seguidos erros de passe e das roubadas de bola.

O time da casa só começou a desequilibrar a partir dos 19 minutos, em duas jogadas rápidas no ataque. Na primeira, Adriano roubou a bola na defesa, escapou pela esquerda e rolou na área. Patric, sem goleiro, bateu em cima do marcador. Na sequência, Cicinho cruzou rasteiro na área, mas Adriano não alcançou.

A situação ficou mais favorável para o Palmeiras aos 24 minutos. O lateral Gilberto fez duas faltas duras em sequência e foi expulso de campo. Mas, mesmo com mais espaço, o time de Felipão continuava a mostrar dificuldade para chegar ao ataque.

Com mudanças no ataque, Luan no lugar de Miguel, o Palmeiras voltou mais ofensivo no segundo tempo. Aos 7, Adriano quase abriu o marcador. Ele avançou pela esquerda, driblou dois marcadores e bateu colocado para fora.

Aos poucos, o time da casa aumentou o ritmo no ataque. Com seguidas investidas de Tinga, Luan e Adriano, o Palmeiras chegava ao ataque com facilidade, mas abusava dos erros no último passe. Quando finalizava, parava nas boas defesas do goleiro Neneca.

Com dificuldade no ataque, o Palmeiras levava sustos com os contra-ataques do Santo André. Richely esteve perto de marcar em pelo menos duas subidas, mas parou na defesa palmeirense.

Na próxima rodada, o Palmeiras vai duelar com o Noroeste, na quarta-feira, às 19h30, fora de casa. No mesmo dia, o Santo André enfrentará o Americana, em casa, às 17 horas.

PALMEIRAS - 0 - Deola; Cicinho (João Vitor), Gabriel Silva (Luan), Danilo, Thiago Heleno; Márcio Araújo, Marcos Assunção, Patrik, Tinga; Adriano e Miguel (Vinícius). Técnico: Luiz Felipe Scolari

SANTO ANDRÉ - 0 - Neneca; Anderson, Marcelo Godri e Victor Hugo; Iran, Magno, Allan, Edilson (Mika) e Gilberto; Rychely e Borebi (Igor). Técnico: Sandro Gaúcho

Cartões amarelos - Patrik, Gabriel Silva (Palmeiras); Victor Hugo, Magno, (Santo André); Cartão vermelho - Gilberto (Santo André; Árbitro - Rodrigo Braghetto; Local - Estádio do Pacaembu, em São Paulo (SP)

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

(Atualizado às 23h51)

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.