Tranquilo e com reforços, Palmeiras quer se estabilizar

Time vive bom momento com volta ao Pacaembu, recuperação de lesionados e chegada de jogadores

CIRO CAMPOS, O Estado de S. Paulo

10 de julho de 2013 | 08h00

SÃO PAULO - A tranquilidade chegou ao Palmeiras no momento mais apropriado. A vinda de reforços, a recuperação de lesionados e a volta ao Pacaembu na próxima sexta-feira coincidem com um mês importante para a estabilização do time no G-4 da Série B.

Em julho, a equipe vai jogar em média uma vez por semana e as partidas fora de casa incluem viagens curtas. Com tempo para treinar e recuperar os jogadores, o time largou neste mês pós-Copa das Confederações com a goleada por 4 a 0 sobre o Oeste e tem pela frente três compromissos importantes para somar pontos.

O primeiro deles é sexta-feira, quando recebe o lanterna ABC-RN no Pacaembu. O adversário ainda não venceu na Série B e entra em campo em um estádio em que o Palmeiras ganhou dez dos 14 jogos que fez na temporada. O elenco do Alviverde está ansioso para estrear na capital paulista pelo torneio após quatro jogos no interior. "É sempre diferente jogar no Pacaembu, um campo onde a gente conhece e a torcida aparece mais", disse ontem o goleiro Fernando Prass, que aproveitou a pausa no calendário para se recuperar de uma lesão.

Prass, que ontem completou 35 anos, afirmou que aguarda pelo menos o dobro do público presente em jogos no interior, quando a média foi de 6,9 mil torcedores. Segundo o clube, até ontem 4 mil ingressos já haviam sido vendidos.

Também na próxima rodada uma definição importante pode acontecer na parte de cima da tabela. O Palmeiras, terceiro colocado, ficará atento ao confronto direto entre dois líderes. O Joinville recebe o Chapecoense no sábado e um empate entre os times catarinenses somado a uma vitória sobre o ABC garantirá a aproximação à ponta.

Na outra semana a equipe de Gilson Kleina tem um confronto direto no G-4. Fora de casa, o adversário será o Figueirense. "Voltamos melhores da pausa, mas não podemos nos acomodar. Quando um time grande como o Palmeiras tropeça, vem uma carga muito forte para cima dos jogadores", disse Prass.

ELENCO

Hoje o clube vai apresentar oficialmente o volante uruguaio Sebastian Eguren, de 32 anos. O jogador veio do Libertad, do Paraguai, e desde segunda-feira já faz atividades com o restante do elenco.

Ontem, inclusive, ele treinou na parte da tarde junto com os outros titulares. Enquanto isso, os reservas empataram em 2 a 2 um jogo-treino contra o Água Santa, time da quarta divisão do Campeonato Paulista.

O Palmeiras confirmou a saída do atacante Chico para o Santo André, por empréstimo. O jogador foi um dos destaques da equipe semifinalista da Copinha, no começo deste ano, e fica até o fim do Campeonato Paulista do ano que vem.

Maikon Leite foi reintegrado ontem ao elenco após não acertar detalhes do contrato de empréstimo de um ano com o Umm-Salal, do Catar. O Palmeiras afirmou que nos próximos dias a comissão técnica e a diretoria vão se reunir para definir o futuro do jogador de 24 anos.

JULGAMENTO

Ontem, o Alviverde escapou de pegar uma punição pesada (dez jogos de mando de campo) no STJD por um torcedor ter atirado uma garrafa plástica em campo no jogo com o América-RN, fora de casa. Os dois times vão ter de pagar uma multa de R$ 1 mil.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasSérie Bfutebolesportes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.