Vasco busca vitória por honra e vaga na Sul-Americana

O desgaste pela campanha irregular no Brasileiro levou a diretoria do Vasco a uma constatação óbvia: o time é fraco e precisa mudar muito para 2011. Embora ainda dependa de três pontos em quatro jogos para garantir vaga na Copa Sul-Americana, o objetivo do técnico

SÍLVIO BARSETTI, Agência Estado

14 de novembro de 2010 | 08h56

Paulo Cesar Gusmão passou a ser o de observar o grupo na reta final da competição para elaborar duas listas: de dispensa e de reforços. Quem enfrentar o São Paulo, neste domingo, às 19h30, em São Januário, sabe que estará passando por um teste.

Gusmão vai poder contar com o quarteto que sempre imaginou ser o melhor à disposição no Vasco: Carlos Alberto volta após longo período contundido e atuará ao lado de Felipe na armação das jogadas para Eder Luís e Zé Roberto.

Para o treinador, o Vasco tem de se impor nas últimas quatro rodadas para terminar o campeonato em paz com sua torcida. A tarefa é complicada, pois os torcedores têm levado faixas e cartazes de protestos nos últimos jogos e devem fazer o mesmo no confronto com o

São Paulo. Eles viviam até poucas semanas atrás a expectativa de que o Vasco alcançasse uma vaga à Libertadores.

"Tivemos problemas demais, com contusões, suspensões, foi um ano muito ruim para o Vasco", declarou Gusmão, que chegou ao clube depois de um excelente início de Brasileiro pelo Ceará e assinou contrato até junho de 2011. "A obrigação do Vasco sempre é a de lutar por títulos e nisso a equipe deixou a desejar."

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCampeonato BrasileiroVasco

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.