1,2 milhão de lâmpadas vão iluminar 220 árvores

Cerca de 70 operários estão empenhados em deixar o Parque do Ibirapuera iluminado para o Natal. São eles que trabalham na instalação de 1,2 milhão de lâmpadas em 220 árvores no entorno da fonte, que também estará bem acesa, com 6 mil lâmpadas. Essa turma sobe em árvores de até 40 metros de altura usando cordas de 60 m de comprimento e outros equipamentos de alpinismo.

, O Estadao de S.Paulo

28 de novembro de 2009 | 00h00

Eles começam a colocar as microlâmpadas na copa das árvores e depois enrolam os fios no entorno delas até pouco mais de dois metros da base (o espaço evita que frequentadores machuquem as mãos ao se apoiarem nas árvores). Um operário demora até dois dias para instalar as lâmpadas numa árvore e chega a trabalhar dez horas por dia.

"Após o primeiro dia de serviço o corpo fica todo dolorido", conta o técnico de iluminação Daniel Henrique da Silva, que faz esse trabalho desde 2004. "Todo fim de ano, emagreço uns quatro quilos nessa montagem." Silva lembra que a primeira vez que subiu em uma das árvores sentiu medo. "Trabalhava em altura, em obras de prédios, mas é muito diferente escalar na natureza", diz. "Ficava pensando que um galho podia quebrar."

Como os trabalhadores ficam muito tempo nas árvores, precisam improvisar quando têm sede ou querem ir ao banheiro. "Nos dois casos, mandamos uma garrafa e eles se viram", conta, rindo, o encarregado geral Reginaldo Ferreira, há cinco anos no serviço. "Se for o número dois, tem de aguentar."

A iluminação, bancada pelo Pão de Açúcar, será lançada no sábado - dois dias antes dá para conferir os testes abertos - e ficará até 3 de janeiro. Haverá espetáculos diários, às 20h30 e 21 horas, usando luzes das árvores e da fonte, com música e projeções de imagens, como anjos e bailarinas, na água.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.