Adek Berry/AFP
Adek Berry/AFP

10 boas notícias: confira a seleção da semana para ler em tempos de coronavírus (até 20/6)

CONTEÚDO ABERTO PARA NÃO-ASSINANTES: Atletas se unem para levar alimento a várias famílias; enfermeiras leem cartas para pacientes na UTI; e outras ações inspiradoras

Marina Vaz, O Estado de S.Paulo

20 de junho de 2020 | 05h00

Artistas e celebridades doam itens para leilão beneficente. Uma escola particular abre seu conteúdo pedagógico online para qualquer estudante. Uma empresa de ônibus usa sua frota para transportar doações. Usando o que se tem, é possível ajudar.

1. Ginástica matinal. Em Tangerang, na Indonésia, pacientes com sintomas leves de covid-19, que estão isolados em um prédio transformado em “casa de quarentena”, recebem um incentivo extra para manter a saúde. Pelas manhãs, médicos, enfermeiros e voluntários comandam, do térreo do edifício, uma série de exercícios físicos, acompanhada por eles a partir de suas varandas. É o que informou a agência AFP. 

2. Correio emotivo. As enfermeiras Bruna Dias e Márcia Candura, que trabalham no Hospital das Clínicas da Unicamp, tiveram uma ideia simples para levar esperança e acolhimento aos pacientes isolados na Unidade de Terapia Intensiva. Do lado de fora da UTI, uma caixa de papelão e um cartaz improvisado, onde se lê Cantinho do Abraço Virtual, incentivam os familiares a escreverem cartas para os internados – mensagens que são lidas pela equipe de enfermagem ao lado do leito, mesmo para os que estão sedados. A iniciativa já gerou momentos comoventes para todos. “A primeira carta eu não consegui ler, de tanta emoção, e um colega leu para a paciente”, lembrou Bruna, em entrevista ao site da instituição localizada em Campinas.

3. Em ação. A campanha #VencendoJuntos, liderada por importantes nomes do esporte brasileiro – entre eles, o surfista Gabriel Medina, o ex-tenista Gustavo Kuerten e a ex-jogadora de basquete Hortência –, quer garantir cestas básicas por três meses seguidos a comunidades de diferentes pontos do Brasil, como São Paulo, Rio de Janeiro, Paraná e Santa Catarina. Até o momento, 11.500 famílias já foram contempladas e receberam cartões de vale-alimentação no valor de R$ 100 mensais. A meta é atender 33 mil núcleos familiares (saiba como contribuir acessando o site).

4. Reforço escolar. Em meio à suspensão das aulas presenciais, a Escola Luminova liberou o acesso a seu conteúdo pedagógico online também para não alunos. Assim, estudantes do Ensino Médio de qualquer instituição, privada ou pública, podem acompanhar vídeos, posts e todos os recursos de sua ferramenta de aprendizagem a distância. Para tanto, o interessado deve se inscrever na página própria do projeto.

5. Rede de proteção. Mais de 33 mil máscaras de tecido foram doadas pelas concessionárias CCR ViaOeste e Rodoanel para entidades assistenciais, populações mais carentes e secretarias de saúde de municípios da Grande São Paulo e também Sorocaba. Dessa leva, uma parte – 3.500 unidades – foi destinada a caminhoneiros que circulam pelas rodovias, que ainda têm recebido marmitas e kits de higiene. A fabricação dos itens de proteção também ajuda a levar renda para integrantes da Associação Cristã de Osasco e do Movimento de Mulheres Negras, de Sorocaba, responsáveis por confeccionar as máscaras.

6. Experimento tecnológico. Na cidade do Cairo, no Egito, um engenheiro mecânico de 26 anos desenvolveu um robô que pode dar mais segurança aos profissionais de saúde, minimizando exposições desnecessárias a casos suspeitos do novo coronavírus. A criação de Mahmoud El komy realiza testes do tipo PCR, em que é coletada secreção diretamente das vias respiratórias, por meio de controle remoto. As informações são da agência Reuters.

7. Caminho do bem. Com a diminuição dos deslocamentos e das viagens entre municípios, é natural que mais ônibus fiquem ociosos nas garagens das empresas. Nesse cenário, o Grupo JCA, que comanda as redes Cometa, Catarinense, 1001 e Expresso do Sul, resolveu utilizar seus veículos para ajudar quem precisa. E passou a transportar, gratuitamente, doações feitas por empresas a instituições sociais e comunidades que estão em situação de vulnerabilidade. Até agora, já foram transportadas mais de 58 toneladas de doações, destinadas a 27 entidades localizadas em São Paulo, Rio de Janeiro e também no Sul do País. As ações, que fazem parte do JCA Solidário, ainda incluíram a doação de 21 mil máscaras, produzidas internamente pelas empresas do grupo.

8. Leilão beneficente. Uma serigrafia do famoso muralista Eduardo Kobra. Uma camiseta do Corinthians autografada pelo ex-jogador de futebol Rivellino. Uma réplica do carro do piloto Nelson Piquet, assinada por ele. Esses são alguns dos itens que fazem parte de um leilão virtual promovido, até 28/6, pelo Unidos do Bem (para ver todos os itens e dar lances, acesse o Instagram da campanha: @unidos.dobem). A ideia é arrecadar dinheiro para dar continuidade ao projeto, que, desde o início da pandemia, já produziu e doou mais de 180 mil marmitas. A ideia surgiu com o empresário Carlos Kaufmann, do Villa Glam Buffet, que, com o cancelamento dos eventos, passou a usar seu estoque de alimentos e sua cozinha industrial para preparar refeições a quem precisa. Atualmente, com a ajuda de 250 voluntários, a iniciativa distribui 3 mil marmitas por dia em comunidades como Capão Redondo, Grajaú e Paraisópolis.

9. Palco vivo. O icônico Teatro Oficina, liderado por Zé Celso, precisa de ajuda para se manter em meio à crise gerada com a interrupção de suas temporadas. Enquanto pede contribuições de qualquer valor, a companhia investe em conteúdos online gratuitos. Nesta semana, por exemplo, lançou podcasts com peças transmitidas em formato radiofônico, por meio de sua Rádio Uzona – a primeira em cartaz é Pra Dar um Fim no Juízo de Deus, de Antonin Artaud (saiba mais no site do teatro).

10. Apoio à pesquisa. A empresa BRF acaba de anunciar a doação de R$ 3,5 milhões para fundos de pesquisas de importantes centros brasileiros, entre eles, a Fiocruz, no Rio de Janeiro, e o Hospital das Clínicas da USP, em São Paulo. A intenção é apoiar estudos ligados ao tratamento e ao diagnóstico da covid-19. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.