10 cuochi de peso em São Paulo

10 cuochi de peso em São Paulo

Cabem na mesma cozinha dez dos mais famosos chefs italianos que juntos somam 13 estrelas Michelin? O desafio está lançado. O grande teste será no Jantar das Origens, nesta segunda-feira, no Terraço Itália

Nana Tucci / ESPECIAL PARA O ESTADO,

19 Outubro 2011 | 20h23

Um deles inventou o "susci", adaptação do sushi com produtos mediterrâneos. Outro está à frente de um manifesto em favor da "cozinha pop", comida feita com ingredientes frescos e locais a bons preços. E há também um açougueiro bem famoso responsável pela criação da bisteca fiorentina. Ao todo, dez chefs italianos estão na cidade para preparar, juntos, um jantar no Semana Mesa SP.

Serão 13 estrelas Michelin na mesma cozinha em uma mesma noite. O Jantar das Origens marca a abertura do evento nesta segunda-feira, dia 24, em um local com nome mais que apropriado: o Terraço Itália.

"Vou preparar um ossobuco, que é um ótimo exemplo de cozinha tradicional italiana versus cozinha contemporânea italiana. Quero mostrar que embora nós façamos parte de uma tradição, representamos o tempo em que vivemos da história, 2011. Para fazer parte do futuro, você precisa forçar os limites das tradições para que possam evoluir. O ossobuco é um prato que captura esse espírito desafiador", disse, por e-mail, ao Paladar o chef Massimo Bottura, um dos precursores da gastronomia molecular na Itália.

Moreno Cedroni, que desenvolveu o "susci", mostrará sua evolução técnica fazendo um peixe e um nhoque ao ragú que irá servir com camarões e ouriços. E depois do jantar a dez mãos dividirá o fogão com a chef Helena Rizzo, do Maní (fechado para convidados). "Nessa segunda ocasião pretendo mostrar duas faces bem diferentes da Itália: a tradicional e a moderna. A primeira representarei com um tortellino; a segunda, com uma ostra que expressará meu conceito de ‘susci", disse Cedroni.

Já o badalado açougueiro Dario Cecchini vem com uma história de dois séculos e meio para contar. “Quero apresentar meu conceito de como tratar e usar a carne bovina, que está ligado a uma filosofia presente na minha família há 250 anos”, disse Cecchini, que tem restaurantes na Toscana. Além do jantar, ele protagonizará um encontro com o especialista em carnes brasileiro Marcos Bassi.

Esses jantares à parte integram a série "Três jantares magnos". Outra encontro aguardado é a do chef Davide Scabin e Alex Atala. O italiano, famoso por sua cozinha de vanguarda que brinca com elementos japoneses vai dividir a cozinha do Dalva e Dito com o chef brasileiro.

A programação de aulas e degustações do Mesa Tendências terá a participação também de outros chefs brasileiros, entre eles Rodrigo Oliveira, do Mocotó, e Bella Masano, do Amadeus.

O evento promove também uma feira com estandes de vinhos e comidas de diversas regiões do País, além do Festival Mesa na Cidade, que vai "invadir" o cardápio de restaurantes de São Paulo. O Mesa Tendência é realizado pela revista Prazeres da Mesa e pelo Centro Universitário Senac (Santo Amaro).

Semana Mesa SP

De 24 a 28 de outubro, das 9h30 às 19h. Centro Universitário Senac (Av. Engenheiro Eusébio Stevaux, 823, Santo Amaro, 3393-8839). Gratuito.

Mesa Tendências.

De 25 a 27, das 9h30 às 19h.

Mesa ao Vivo.

De 26 a 28, das 14h às 22h. As duas mesas têm ingressos a partir de R$ 100 (R$ 80 para estudantes).

Jantar das Origens.

24/10. Dez chefs italianos cozinham juntos no Terraço Itália. Av. Ipiranga, 344 (R$ 3 mil por pessoa). Reservas: 3062-6413.

Jantares Magnos.

26/10. Davide Scabin e Alex Atala. Dalva e Dito (R. Padre João Manuel, 1.115) R$ 280.

27/10. Dario Cecchini e Marcos Bassi. Templo da Carne Marcos Bassi (R. Treze de Maio, 668).

R$ 198 (duas pessoas). Veja a programação completa e outras informações no site:

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.