11 são presos no MA por fraude contra o INSS

Pelo menos 11 pessoas foram presas hoje, no Maranhão, acusadas de falsificação de documentos para obtenção de benefícios fraudulentos junto ao Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

SOLANGE SPIGLIATTI E MARCELA GONSALVES, Agência Estado

29 de setembro de 2011 | 15h07

A investigação sobre a quadrilha começou em 2007. Hoje foi deflagrada a operação para desarticulá-la. A Polícia Federal calcula que a fraude pode ter gerado prejuízo de R$ 16,5 milhões aos cofres públicos. Foram expedidos 14 mandados de prisão temporária, e três envolvidos seguiam foragidos por volta das 14h30. Foram cumpridos ainda 18 mandados de busca e apreensão.

Os envolvidos falsificavam documentos que eram utilizados para modificar dados pessoais dos beneficiários, especialmente a profissão e endereço, para a obtenção de benefícios junto ao INSS. Eles também transferiam irregularmente o domicílio eleitoral dessas pessoas para ganhar votos na eleição de vereadores, cargo para o qual concorriam em cidades maranhenses. Cerca de 110 policiais federais e técnicos do Ministério da Previdência Social participaram da ação.

Tudo o que sabemos sobre:
fraudeMaranhãoINSS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.