16,8% dos voos atrasam em mais de meia hora, diz Infraero

Pior condição estava no Aeroporto do Galeão, no Rio, que tinha mais de 20 partidas e decolagens atrasadas

Elvis Pereira, estadao.com.br

04 Janeiro 2009 | 12h34

Os aeroportos brasileiros acumularam atrasos em 119 dos 708 vôos programados, da meia noite ao meio-dia deste domingo, 4, o que corresponde a 16,8% do total. Outros 13 foram cancelados (1,8%). O balanço da Empresa Brasileira de Infra-Estrutura Aeroportuária (Infraero) apontava o Aeroporto Antonio Carlos Jobim, na Ilha do Governador, na zona norte do Rio, com o maior número de atrasos no País. De 73 vôos, 23 partiram fora do horário previsto (31,5%). Nenhum foi cancelado.   Em São Paulo, o mau tempo obriga os Aeroportos de Guarulhos, na Grande São Paulo, e de Congonhas, na zona sul da capital, a funcionar com o auxílio de instrumentos desde o início da manhã. As operações, entretanto, não foram prejudicadas, segundo a estatal. Em Guarulhos, até o meio-dia, 25 vôos atrasaram mais de 30 minutos, o equivalente a 22,5% dos 111 vôos. Não houve cancelamentos. Congonhas teve 7 atrasos (12,3%) e 2 cancelamentos (3,5%) em 57 vôos.   Em Brasília, o Aeroporto Presidente Juscelino Kubitschek apresentou 7 atrasos (13,2%) e 1 cancelamento (1,9%) em 53 vôos. No Aeroporto de Salvador, na Bahia, 12 dos 44 vôos sofreram atrasos (27,3%).

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.