4 G para quê?

Quando entra em funcionamento o 4G brasileiro?

O Estado de S.Paulo

18 Junho 2012 | 03h09

Os prazos estabelecidos pela Anatel para os vencedores do leilão são: até abril de 2013, Brasília, Fortaleza, Recife, Rio de Janeiro, Salvador e Belo Horizonte (capitais-sede da Copa das Confederações) terão que ter o serviço ativado. Até dezembro de 2012, todas as sedes e subsedes da Copa do Mundo. Até maio de 2014, todas as cidades com mais de 500 mil habitantes. A última etapa termina em dezembro de 2017, prazo para que haja 4G em todos os municípios entre 30 e 100 mil habitantes.

Os fabricantes de smartphones e tablets já tem planos de modelos 4G para o mercado nacional?

Samsung diz que seu Galaxy S III terá versão 4G no Brasil quando o serviço estiver disponível. A Sony não tem nada previsto, mas diz que sempre procura atender as necessidades do consumidor. Nokia e Motorola não comentaram.

O novo iPad tem 4G, não tem?

Tem, mas sua antena não está ajustada para as faixas de frequência do 4G brasileiro, só para a americana e canadense. Seu 4G também não funciona na Europa, Índia ou Austrália.

Como saber se um aparelho com 4G comprado fora vai funcionar na rede brasileira?

Observando a faixa de frequência do 4G. Não basta dizer que ele é LTE ou HSPA+. As faixas de frequência do 4G brasileiro estão entre 2.500 e 2.690 MHz. Nos EUA, as faixas são 700/800 e 1.700/1.900 MHz. Na Europa, 800, 1.800 e 2.600; na Ásia, 1.800 e 2.600 MHz.

Quais tablets e smartphones já têm versões em 4G em outros países?

Alguns exemplos: os smartphones Galaxy S II e S III, da Samsung. Os tablets Galaxy Tab 8.9 e Galaxy Note 10.1, da mesma empresa. Os smartphones LG Optimus LTE e HTC One S. O Sony Tablet P.

O que muda de 3G para 4G?

A velocidade de transmissão de dados aumenta. A estatística alardeada é que o 4G pode ser até dez vezes mais rápido que o 3G. Mas tudo depende de local, recepção, quantidade de usuários na rede.

Quais funções são ajudadas

pelo 4G?

De carregamento de sites a download de músicas, tudo ficará mais rápido. Uma função que ganha em especial é a transmissão de vídeo (streaming), que é muito pesada para o 3G.

Quais são os sistemas

vendidos como 4G?

O nome 4G vem sendo usado comercialmente para o sistema LTE que, tecnicamente falando, é um "3.9 G" ou um 3G turbinado. Outro sistema 3G realçado é o HSPA+. Sistemas como LTE Advanced e WIMAX são 4G "de verdade".

Qual a diferença desse "quase 4G" com o 4G de fato?

Compare as velocidades: HSPA+ (42 Mbps), LTE (100 Mbps) e LTE Advanced (1 Gbps). Os números se referem a picos de velocidade.

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.