49.ª ExpoAraçatuba começa sexta-feira

Palestras, exposições, 20 leilões e julgamentos são algumas das atrações da mostra, que deve receber 350 mil visitantes

Chico Siqueira, O Estado de S.Paulo

02 de julho de 2008 | 01h53

O bom momento da pecuária faz com que a 49ª Exposição Agropecuária de Araçatuba bata recordes de animais que serão expostos e que vão a leilões nos dez dias do evento - 4 a 13 de julho. A expectativa é a de que os pregões atinjam o maior nível de preço, superando os R$ 22 milhões faturados no ano passado, quando foram realizados 15 leilões.Neste ano, estão programados 20 leilões das raças: nelore, brahman, tabapuã e angus. A pecuária de leite também terá espaço, com as raças holandesa e girolando. ''A expectativa é ótima, devido à boa fase da pecuária, com a arroba em alta. Para os nossos leilões de elite em Araçatuba, a expectativa é quase dobrar o faturamento em comparação a 2007'', diz a coordenadora dos leilões de nelore, Daniele Almeida.Segundo os organizadores, a novidade este ano é a realização das exposições estaduais das raças nelore e brahman e a exposição nacional da raça tabapuã. A raça nelore contará com mais de 1.200 animais, de 180 expositores; para o nelore-mocho, serão 100 touros de 12 expositores. A raça brahman levará 350 animais de 50 expositores. Já o tabapuã será representado por 120 animais.OVINOS E EQÜINOSOs ovinos também terão espaço na Expô 2008, com a 11ª edição a Expovinos, que reunirá 400 animais, das raças dorper, white dorper, santa inês, texel, ille de france, hampshire down e suffolk. São esperados, ainda, 120 eqüinos da raça manga-larga marchador, de 30 expositores, com 70 animais em pista de julgamento e aproximadamente 50 para comercialização. Já o manga-larga paulista terá 90 animais de 30 criadores. As palestras técnicas estão programadas entre 7 e 11 de julho, com temas voltados à bovinocultura de leite e de corte, ovinocultura e meio ambiente.INFORMAÇÕES: Telefone (0--18) 3607-7826

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.